Como vender na Shopee?

Como vender na Shopee?

As vendas online têm se tornado uma realidade cada vez maior no mercado brasileiro. Para a maioria dos empreendedores, isso tem acontecido por meio dos marketplaces. A Shopee tem sido um dos mais populares, atraindo muitos vendedores para a plataforma.

 A Shopee é o marketplace mais forte do sudeste asiático, e o Brasil foi o primeiro país para o qual a empresa migrou fora dessa região. Aqui, ela cresceu rapidamente e tomou grande parte do nosso mercado. Em 2021, o aplicativo mais baixado do Brasil foi o da Shopee, com 100 milhões de downloads!

Se você tem interesse em saber como vender na Shopee, leia abaixo todas as informações que você precisa saber a respeito.

Quanto a Shopee cobra de comissão?

A Shopee cobra dos vendedores uma comissão de 12% para qualquer tipo de produto. É uma taxa competitiva em relação a outros marketplaces, pois, na maioria deles, a comissão varia de acordo com o tipo de produto, podendo chegar a mais de 20%.

Outra vantagem é que o valor máximo de comissão cobrado por produto é de R$ 100,00. Também não é cobrada nenhuma mensalidade ou taxa fixa por produto.

Como funciona o frete?

Na Shopee, quem paga o frete é o cliente, então o vendedor não precisa se preocupar com esse gasto. Cada cliente tem direito a 2 cupons de frete grátis por mês, mas eles são custeados pela Shopee. Esses cupons são aplicáveis a compras acima de R$ 50 e com frete de até R$ 25. Se o valor do frete exceder esse limite, o comprador é quem paga a diferença.

Cada vendedor pode escolher aceitar também cupons de frete grátis extras para compras acima de R$ 20 e com frete de até RS 20. Se o valor do frete exceder R$ 20, o comprador é quem paga a diferença. Cada cliente tem direito a 3 cupons de frete grátis extras por mês. Os cupons comuns usados para comprar com vendedores que aceitam cupons extras funcionam com os valores de cupom extra.

No entanto, se o vendedor participar do Programa de Frete Grátis Extra, a Shopee cobra uma taxa adicional de 6% sobre o valor da comissão, e o vendedor passa a ter que destinar 18% do valor de suas vendas para a Shopee.

A Shopee também tem um sistema de logística próprio, o Shopee Xpress, que é uma alternativa ao envio pelos Correios.

Posso vender com CPF?

Por enquanto sim… A Shopee ainda permite que você venda tanto como pessoa física (CPF) quanto como pessoa jurídica (CNPJ). No entanto, a plataforma está restringindo cada vez mais a participação de vendedores cadastrados como pessoa física.

A partir de abril de 2022, quem vende com CPF só poderá fazer 100 vendas por mês. A partir de maio de 2022, esse limite cairá para 30 vendas por mês. Tudo indica que em um futuro não muito distante, a plataforma não deverá mais aceitar vendas feitas por pessoas físicas.

Além disso, se você pretende vender com CPF, é bom ficar atento a alguns detalhes. Quem faz o cadastro como pessoa física e depois decide mudar para pessoa jurídica não consegue transferir o saldo a receber para o novo cadastro. Isso significa que não tem como mudar a conta sem perder o saldo que ainda não foi recebido.

Por tudo isso, pode ser interessante já abrir um CNPJ antes de começar a vender no aplicativo. Você pode fazer isso se tornando um MEI. O processo é bastante simples e você paga apenas uma taxa mensal de R$ 61,60, que te dá direito a benefícios previdenciários. Como MEI, você pode ter um faturamento anual de até R$ 130 mil.

Como começar a vender na Shopee?

Faça seu cadastro na Central do Vendedor, como pessoa jurídica (CNPJ) ou pessoa física (CPF). Depois de preencher seus dados, você pode editar as informações da sua loja e começar a publicar seus anúncios.

Como funciona a emissão de nota fiscal?

Outra grande vantagem de quem tem CNPJ é poder emitir nota fiscal eletrônica (NF-e), o que é importante para alguns clientes. A Shopee conta com o Emissor de NF-e Shopee, um serviço próprio que facilita bastante esse processo para os vendedores. Para usar o Shopee Xpress é obrigatória a emissão de NF-e.

O seu contador pode te ajudar a preencher todos os parâmetros necessários para emitir notas fiscais de forma correta e ágil nessa plataforma.

Quais os atrativos da Shopee

A Shopee atinge uma grande parcela do público brasileiro a partir de quatro características: 

  1. Compras pelo aplicativo: Diferente de outros marketplaces, a Shopee adota o modelo “mobile first”, ou seja, as compras são feitas muito mais pelo celular do que pelo computador. 95% das vendas da Shopee se dão por meio do aplicativo para smartphone. Isso torna a plataforma prática e acessível.
  1. Cupons de frete grátis: São bastante atrativos pelo fato de os consumidores poderem fazer até 5 compras por mês sem pagar nada de frete. O interessante é que o valor mínimo para a aplicação desses cupons é baixo, quando comparado com as condições de frete grátis de outros marketplaces.
  1. Parcelamento sem juros: Todas as compras acima de R$ 20 no aplicativo podem ser parceladas em até 6 vezes sem juros, desde que cada parcela tenha o valor mínimo de R$ 5. Mas o vendedor recebe o valor integral de uma só vez, sem nenhum custo adicional por antecipação. O que é uma grande vantagem para o vendedor.
  1. Preços baixos: Pelo fato de ser originária do sudeste asiático e ter tido o Brasil como primeiro mercado fora do continente, a estratégia da Shopee para conquistar o mercado brasileiro foi oferecer a importação de produtos chineses. Para competir com eles, os vendedores brasileiros também tiveram que oferecer preços mais acessíveis, de forma que essa se tornou uma característica que atrai muitas pessoas para a plataforma.

A Shopee tem alguma desvantagem?

O principal ponto que pode tornar a venda na Shopee um pouco mais complicada é a Garantia Shopee. Esse é um recurso da plataforma para tornar a compra mais segura para os clientes. Com ele, o dinheiro da venda fica retido e só é repassado para o vendedor depois que o cliente confirmar que recebeu o produto de forma adequada.

É claro que muitos clientes não dão esse feedback, então a plataforma aguarda 7 dias corridos. Se até lá o cliente não se manifestar, o dinheiro é liberado para o vendedor. Considerando também o tempo que o produto demora para chegar ao cliente, isso faz com que o recebimento do dinheiro da venda possa demorar vários dias para ocorrer depois do envio do produto.

Conte com uma boa assistência contábil

Esperamos ter tirado suas dúvidas sobre como vender na Shopee! Mas se você ainda não tem experiência com vendas online, uma boa assistência contábil vai ser fundamental para que você consiga operar de forma legal e eficiente em plataformas como essa.

A BRASCT é um escritório de contabilidade em São Paulo pronto para levar o seu negócio para o espaço virtual. Para quem vende na Shopee, por exemplo, fazemos toda a parametrização do Emissor de NF-e Shopee. Entre em contato com a gente!

Se você quer saber mais sobre outros marketplaces além da Shopee, leia o nosso artigo: 7 maiores marketplaces do Brasil 2022.