MEI e empreendedorismo digital: como formalizar seu negócio

MEI é a sigla para Microempreendedor Individual, um regime criado pelo governo em 2009 para regularizar profissionais autônomos e pequenos empreendedores. 

Basicamente, MEI é um tipo de empresa, ou uma pessoa jurídica, que atende bem às necessidades de profissionais, como eletricistas, cabeleireiros, costureiras, marceneiros. Nos últimos anos, com o surgimento dos empreendedores digitais, o MEI também passou a ser muito utilizado para negócios na Internet.

Como não possuíam carteira assinada e não tinham empresa, antes da criação do MEI, a maioria dos profissionais autônomos trabalhava informalmente. Por essa razão, os profissionais não tinham benefícios ou seguros do governo, não contribuíam para INSS e não tinham direito à aposentadoria.

Em geral, os trabalhadores mantinham-se na informalidade para evitar os custos e a burocracia de se abrir uma empresa.

Hoje em dia, com a Internet, uma série de outras profissões entraram para a lista de possíveis ocupações de um MEI. Surgiram diversas possibilidades de atuação no meio digital.

Quer formalizar-se como MEI e não sabe o que fazer?

Algumas pessoas se mantêm trabalhando na Internet sem formalizar sua situação, porém existem vários riscos. Se você chegou até aqui provavelmente está se preparando para dar o próximo passo, seja porque já possui seu negócio digital ou porque deseja abrir. 

Primeiramente, vamos mostrar por que você precisa formalizar seu trabalho online com MEI, incluindo as vantagens de ser MEI para quem possui um negócio digital. 

Em seguida, vamos explicar o passo a passo para formalizar o seu negócio digital e abrir MEI como trabalhador autônomo, freelancer ou empreendedor na Internet. Vamos falar também sobre os pré-requisitos e condições para se enquadrar como MEI.

Por que devo formalizar meu trabalho online como MEI?

Primeiro motivo: pagar menos imposto. 

Trabalhando na Internet como MEI você paga menos imposto do que como pessoa física. Algumas pessoas se surpreendem com essa informação, mas, com o intuito de incentivar essa regularização, o governo fez do MEI um regime simples e interessante financeiramente.

As alíquotas de IRPF (Imposto de Renda de Pessoa Física) podem chegar à 27,5%, enquanto que os regimes de tributação para pequenos negócios são muito mais amigáveis. Além disso, para o MEI existe uma série de isenções e benefícios nos primeiros anos de negócio, fazendo com que o crescimento se torne muito mais viável.

Segundo motivo: procedimento de abertura fácil e rápido

Todo o processo de abertura do MEI para negócios digitais pode ser feito pela Internet, incluindo a obtenção do alvará e do CNPJ.

Tenho um negócio digital, posso abrir MEI?

Se você trabalha pela Internet e quer formalizar seu negócio ou sua empresa, precisa saber que existem algumas condições para se enquadrar como MEI. 

Caso o seu negócio não se enquadre como MEI pode ser necessário constituir empresa de outra forma, mas ainda assim são muitas as vantagens de se regularizar.

Condições para abrir MEI trabalhando na Internet:

  • limite de faturamento anual de R$ 81 mil;
  • um único dono, ou seja, não ter sócios no negócio;
  • o profissional não pode ter outra empresa aberta em seu nome;
  • o profissional não pode participar de outro negócio como sócio ou como administrador;
  • limite de contratação de um único funcionário.
  • não pode exercer atividade intelectual e deve ter CNAEs correspondentes aos que são permitidos para MEI (consulta a lista de 2022 – https://www.gov.br/empresas-e-negocios/pt-br/empreendedor/quero-ser-mei/atividades-permitidas).

Passo a passo para formalizar o seu negócio digital como MEI

1. Entenda sobre o seu negócio digital.

O primeiro passo é entender sobre o seu negócio online. Dessa forma, será possível saber antecipadamente se o que você faz se enquadra ou não como MEI. Portanto, faça estimativas do quanto irá ganhar, quais serão as atividades da sua empresa, custos, como e para quem irá vender, etc.

2. Confira se o faturamento e a atividade estão compatíveis

Portanto, como mencionamos anteriormente, para formalizar um negócio online através do MEI o limite atual de faturamento é de 81 mil reais por ano. Além disso, as atividades realizadas precisam estar entre as permitidas.

Vale lembrar que a atividade precisa ser legítima, ou seja, a sua empresa ou negócio online precisa realizar o que escolheu como sua atividade no cadastro.

Porém, se o seu trabalho na Internet não está entre aqueles listados para MEI não precisa se preocupar. Existem outras formas de regularizar a sua empresa com cargas tributárias mais baixas. A Brasct é especialista em contabilidade para negócios digitais e pode ajudá-lo com isto!

3. Faça uma consulta prévia à Prefeitura

É necessário verificar junto à Prefeitura se o seu tipo de negócio é autorizado na região que você escolheu. A maioria dos negócios realizados online se enquadra em atividades simples, que podem ser exercidas em locais residenciais, portanto, geralmente é possível colocar o próprio endereço residencial como localização da empresa. Porém, é importante fazer essa consulta antes e garantir que esteja tudo certo.

4. Formalize o seu negócio online como MEI no Portal do Empreendedor

O site oficial do governo para abertura de MEI é o Portal do Empreendedor (https://www.gov.br/empresas-e-negocios/pt-br/empreendedor). Nesse site você pode solicitar o seu cadastro seguindo os passos em “Quero ser MEI”.

É importante ressaltar que no Portal do Empreendedor você vai efetivamente realizar o seu cadastro como MEI. Faça o processo com calma e leia todas as informações. Quando você abre MEI para formalizar o seu negócio também está aceitando responsabilidades e deveres como empreendedor.

Depois de preencher todas as etapas de formalização do seu negócio online, você receberá o Certificado de Condição de Microempreendedor Individual (CCMEI). Cada tipo de negócio tem suas exigências específicas, portanto pesquise sobre as suas responsabilidades. 

Pagamento de Impostos como MEI

O recolhimento de tributos para o microempreendedor é feito de forma muito simplificada, através do pagamento mensal do DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional). Além disso, é necessário entregar todos os anos a Declaração Anual Simplificada (DASN SIMEI).

Em suma, o processo é rápido e simplificado, mas é importante estar atento aos prazos e pagamentos. 

A Brasct é um escritório de contabilidade com mais de 40 anos de experiência. Para além disso, estamos sempre atentos às mudanças. Quer saber mais sobre a tributação para negócios digitais? Acompanhe-nos nas redes sociais.

5 estratégias eficientes e com menos complexidade operacional para sua loja online

Ao visitar lojas físicas, o consumidor tem um número limitado de opções para escolher. Mas, na Internet, ele tem milhares de possibilidades ao seu alcance a partir de uma simples busca. Por isso, não basta apenas colocar seus produtos online, é preciso usar estratégias para se destacar.

No entanto, muitas delas são complexas e difíceis de serem implementadas, exigindo muito investimento financeiro e conhecimento especializado. Neste texto, vamos apresentar 5 estratégias eficientes e com menos complexidade operacional para sua loja online. Confira quais são para aumentar as vendas do seu e-commerce.

Memes Are Great, But Instagram Really Wants You to Shop – Sourcing Journal

1. Utilize as redes sociais

Defina qual é o seu público alvo e identifique quais redes sociais ele costuma usar. Se o público for mais jovem, por exemplo, o foco em novas plataformas, como o TikTok, deve ser mais eficiente do que no Facebook.

Defina uma rotina de postagens. Caso use o Instagram, por exemplo, pense em um tipo de story diferente para cada dia. Na segunda, você pode apresentar um produto. Na terça, postar o depoimento de um cliente, etc. Você também pode pagar para impulsionar os posts, direcionando que tipo de público você quer que eles alcancem.

Grande parte das lojas virtuais hoje são multiplataforma. Isso significa que vendem em vários canais, como sites próprios, diversos marketplaces e também em redes sociais. Essa variedade ajuda a alcançar mais clientes. Mas é interessante contar com um ERP para facilitar esse processo, se você opera em muitos canais.

2. Desenvolva o SEO

SEO significa “otimização para motores de busca” (Search Engine Optimization, em inglês). Significa usar mecanismos que facilitam que as suas páginas apareçam entre as primeiras nas pesquisas do Google sem que você tenha que pagar por isso.

Você pode usar essa estratégia, por exemplo, inserindo palavras-chave nos textos das páginas e colocando, em cada uma, links para outras páginas do site. Você também deve escolher uma plataforma para desenvolvimento do site que seja responsiva. Isso quer dizer que ela deve funcionar bem tanto em computadores quanto em celulares. Há ainda diversas outras técnicas de SEO que você pode implementar.

Mesmo que você não tenha um site próprio e venda somente em marketplaces, é importante tomar cuidados que facilitem que os clientes encontrem seus produtos no mecanismo de busca da plataforma. O nome do produto, por exemplo, deve conter as palavras-chave adequadas pelas quais o cliente possa pesquisar.

Zendesk integra ferramenta de atendimento ao WhatsApp Business | IT Forum

3. Invista no atendimento ao cliente

O chat online é uma forma importante de tirar dúvidas do cliente e deixá-lo mais seguro para realizar a sua compra. Por isso, sempre que um cliente entrar em contato, responda com cuidado, gentileza e passando a maior quantidade possível de informações.

Também é interessante deixar claro no site da loja ou nos anúncios dos produtos que o cliente pode entrar em contato para solucionar qualquer dúvida. Em algumas plataformas, os clientes fazem comentários, e a loja pode respondê-los. Não deixe de dar esse retorno e seja ainda mais cuidadoso, uma vez que todas as pessoas poderão ler sua resposta.

Outro ponto é cuidar bem do pós-venda. É importante esforçar-se para resolver os problemas dos clientes e agradecer pelos retornos positivos. Isso faz com que eles queiram comprar novamente na sua loja e que a indiquem para outras pessoas. Além disso, a sua loja foge do risco de ser listada negativamente em sites como o Reclame Aqui.

What is dropshipping? Benefits, challenges, and getting started

4. Encontre a melhor logística

O prazo de entrega e o frete são dois elementos não relacionados diretamente ao produto, mas que podem ser decisivos na escolha ou não pela compra. Um valor de frete elevado e um prazo de entrega muito longo podem fazer com que o cliente desista de um produto que ele já havia escolhido comprar.

Por isso, além de cuidar da qualidade das suas próprias mercadorias, é preciso se preocupar com a forma como elas vão chegar ao cliente. Uma forma de fazer isso é pesquisar por serviços de transportadoras ou utilizar sistemas de logística próprios dos marketplaces, por exemplo.

A opção de oferecer mais de uma possibilidade de frete é sempre interessante, assim o cliente pode escolher se quer pagar mais para receber mais rápido. O frete grátis é um grande impulsionador das vendas, mas o lojista precisa avaliar bem o impacto dessa opção.

Como Criar Uma Loja Virtual no Instagram - Confira!

5. Cuide das imagens e da usabilidade da loja

Os seus produtos podem ser excelentes, mas o cliente precisa encontrá-los na sua loja e ver se eles correspondem às suas expectativas. Isso quer dizer que sua loja virtual deve dar ao cliente a mesma facilidade que ele teria para identificar e avaliar os produtos numa loja física. Portanto, sua loja deve ser organizada e atrativa.

Para conseguir isso é importante que as fotos dos produtos sejam de qualidade e mostrem tudo o que o cliente precisa saber a respeito deles. Além disso, as descrições também precisam ser completas e claras, para que o cliente se sinta seguro em relação ao que está comprando.

Do mesmo modo, os produtos não podem estar todos “bagunçados numa única pilha”. É preciso que eles sejam divididos em categorias e organizados de forma que o cliente possa identificar as diferentes opções similares. Por fim, o comprador deve ter facilidade para colocar os produtos no carrinho e fazer o pagamento, senão ele corre o risco de ir embora antes disso.

EXTRA: Planejamento financeiro

Além dessas 5 estratégias eficientes e com menos complexidade operacional para sua loja online, outro meio de garantir o sucesso do seu e-commerce é cuidando bem das finanças do seu negócio.

Nesse sentido, contar com um bom escritório de contabilidade faz toda a diferença. A Brasct é um escritório de contabilidade em São Paulo especializado em e-commerce. Estamos à disposição para te ajudar a aumentar a eficiência da sua loja online.


5 estratégias eficientes e com menos complexidade operacional para sua loja online


5 estratégias eficientes e com menos complexidade operacional para sua loja online





E-commerce: 16 fatores que influenciam na escolha do consumidor


E-commerce: 16 fatores que influenciam na escolha do consumidor





Shopee: nova taxa para vendedores CPF


Shopee: nova taxa para vendedores CPF



Os melhores Cnaes para o digital

O mercado digital está em expansão e cada vez mais empreendedores migram para a Internet. Com isso, também vão surgindo dúvidas.

No processo de formalização de uma empresa, um dos pontos importantes é a definição do CNAE. Mas muitos empreendedores que atuam no mercado digital ainda têm dificuldade de saber o CNAE correto para a atividade (ou as atividades) que desempenham.

 

 

Por isso, a seguir, vamos apresentar os melhores CNAEs para o digital e para os diferentes tipos de negócios. Acompanhe:

O que é o CNAE

CNAE significa Classificação Nacional de Atividades Econômicas. É a definição da atividade-fim de uma empresa. Por isso, se ela possuir mais de uma atividade, também deve ter mais de um CNAE.

Quando falamos de atividades desempenhadas no ambiente virtual, a lista de CNAEs ainda encontra-se desatualizada. Isso torna ainda mais difícil saber com precisão qual é o CNAE mais adequado para cada atividade no mercado digital.

Além disso, ao abrir uma empresa, nem sempre é possível encontrar um CNAE perfeito para cada atividade, então o correto é escolher o mais adequado entre os disponíveis.

Vale ressaltar que não existe uma norma definitiva que ligue cada atividade digital a um CNAE de forma oficial. Portanto, o que vamos apresentar é o que tem sido considerado o melhor CNAE para cada um dos negócios digitais.

Portais e ferramentas de busca na internet

Algumas empresas possuem como atividade prover informação na internet, por meio de websites ou ferramentas de busca. Essas empresas geram e mantêm um determinado tipo de conteúdo ou uma grande base de dados para pesquisa e informação. Existem também empresas que atualizam periodicamente o conteúdo e atuam como meios de comunicação no mundo digital.

Para essas empresas o CNAE adequado é 6319-4/00 – Portais, provedores de conteúdo e outros serviços de informação na internet.

Esse CNAE engloba, por exemplo, bancos de informações para pesquisa e análise; serviços de distribuição online de conteúdo; serviços de música através da internet; páginas de publicidade; páginas de entretenimento na internet, como jogos (com exceção de jogos de azar); entre outros.

E-commerce

Empresas que trabalham com a venda de produtos pela Internet, seja através de site, mídia social, aplicativo, etc., devem usar o CNAE correspondente ao tipo de produto que comercializam. Portanto, o CNAE será o mesmo utilizado por uma loja física do mesmo setor. O CNAE de uma loja virtual que vende roupas, por exemplo, é:

4781-4/00 – Comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios

Produção digital

A produção digital, também chamada de infoprodução, é a criação de produtos digitais. Nesse caso, o CNAE varia de acordo com o tipo do produto. 

  • E-book: 5811-5/00 – Edição de livros
  • Curso online para desenvolvimento profissional: 8599-6/04 -Treinamento em desenvolvimento profissional e gerencial

Afiliados

Em outubro de 2021 a Receita Federal criou um CNAE específico para esta atividade:

  • 7490-1/04 – divulgação de serviços na internet (afiliados digitais), exceto por provedores de conteúdo

Anteriormente, como ainda não existia um CNAE específico, dois deles eram usados em conjunto: 7319-0/02  (Promoção de vendas) e 7319-0/03 (Marketing direto).

Posts pagos

Podemos dizer que os influenciadores digitais exercem uma atividade econômica quando fazem publicidade para determinadas marcas. Também nesse caso ainda não há um CNAE específico. O que tem sido usado é relacionado às agências de publicidade, pois a atividade é similar.

  • 7311-4/00 – Agências de publicidade

Gestão de tráfego

Gestão de tráfego é o gerenciamento dos anúncios de uma empresa visando atrair usuários. Essa atividade também é enquadrada como similar à publicitária:

Para MEI usamos:  

  • 7319-0/02 – Promoção de vendas
  • 5819-1/00 – Edição de cadastros, listas e de outros produtos gráficos

Para ME usamos:

  • 7319-0/03 – Marketing direto
  • 7319-0/04 – Consultoria em publicidade
  • 6319-4/00 – Portais, provedores de conteúdo e outros serviços de informação na internet 
  • 5819-1/00 – Edição de cadastros, listas e de outros produtos gráficos 
  • 7319-0/02 – Marketing direto

Copywriting

Copywriting é o processo de criação de textos persuasivos para publicidade ou marketing. Assim como no caso dos influenciadores digitais e dos gestores de tráfego, mais uma vez o CNAE utilizado é  o mesmo de agências publicitárias:

  • 7311-4/00 – Agências de publicidade

Neste caso, também é possível utilizar os CNAEs de edição:

  • 5812-3/01 – Editor(a) de jornais diários independente
  • 5812-3/02 – Editor(a) de jornais não diários independente
  • 5819-1/00 – Editor(a) de lista de dados e de outras informações independente
  • 5811-5/00 – Editor(a) de livros independente
  • 5813-1/00 – Editor(a) de revistas independente

Canais de vídeos

Esse é mais um caso sem CNAE específico para o digital. Para esses casos, têm sido utilizados dois CNAEs diferentes, descritos abaixo. O primeiro é adequado para qualquer canal de vídeos, e o segundo é adicional para os canais que são monetizados:

  • 5912-0/99 – Atividades de pós-produção cinematográfica, de vídeos e de programas de televisão não especificadas anteriormente
  • 7319-0/03 – Marketing direto

Desenvolvimento de aplicativos

Para essa atividade digital existe um CNAE muito aproximado, relacionado ao desenvolvimento de programas de computador. De certa forma, são atividades muito similares. Portanto, o CNAE abaixo é comumente utilizado para o desenvolvimento de aplicativos, mas a descrição está desatualizada:

  • 6201-5/01 – Desenvolvimento de programas de computador sob encomenda

Marketing digital

Para o Marketing digital é utilizado um CNAE que engloba atividades de marketing direto. Porém, uma agência que faz trabalhos de marketing digital possui diversas outras estratégias de marketing. Esse CNAE para o digital é:

  • 7319-0/04 – Consultoria em publicidade
  • 7319-0/03 – Marketing direto

Segurança da informação

Essa atividade também não tem um CNAE exclusivo, mas encaixa-se bem em um mais abrangente:

  • 6209-1/00 – Suporte técnico, manutenção e outros serviços em tecnologia da informação

Análise de dados

Esse caso é parecido com o da segurança da informação. Entretanto, o CNAE que tem sido usado para análise de dados é:

  • 6311-9/00 – Tratamento de dados, provedores de serviços de aplicação e serviços de hospedagem na internet

Freelance

No caso de freelancers, é muito importante ressaltar que o CNAE vai depender da atividade que o profissional desempenha. Portanto, vários CNAES podem ser adequados para quem realiza serviços de freelance para o digital. Neste texto, apontamos dois como exemplo:

  • Redator: 5812-3/01 Edição de jornais diários
  • Tradutor: 7490-1/01 – Serviços de tradução, interpretação e similares

Precisa de mais esclarecimentos?

Definir qual é o melhor CNAE para seu negócio ou empresa digital não é simples. Além disso, o assunto pode se tornar ainda mais complicado se você também não estiver certo quanto às atividades desempenhadas pela empresa. 

Essas são dúvidas com as quais estamos acostumados. Vários profissionais chegam à Brasct sem saber os melhores CNAES para o digital. Nosso escritório de contabilidade em São Paulo está pronto para ajudá-lo a escolher as atividades e realizar as etapas necessárias para tornar o seu sonho de empreender uma realidade!