Como pagar menos impostos?

Como pagar menos impostos?

Saiba se sua empresa está pagando tributos a mais

Diversos fatores podem fazer com que uma empresa pague mais impostos do que o devido. O escritório responsável pela contabilidade do empreendimento precisa estar atendo à situação financeira e às necessidades da empresa para garantir que as escolhas contábeis sejam as mais corretas e vantajosas; além de ser imprescindível ao escritório de contabilidade estar sempre atualizado em relação à legislação vigente.

Escolher corretamente o CNAE

A Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) é utilizada em todo o Brasil com o objetivo de categorizar empresas, instituições públicas e outras organizações. Qualquer tipo de organização, e até mesmo os profissionais autônomos. precisam estar enquadrados em um CNAE. Independente de prestar serviços ou vender produtos, online ou fisicamente, toda empresa precisa ter um CNAE atribuído.

O CNAE consiste em um código que identifica a atividade principal de um negócio, assim como os CNAEs secundários, que fazem referência às atividades secundárias. Esses códigos são utilizados nos cadastros e registros da administração federal, estadual e municipal. Essa é uma forma de controlar melhor a gestão tributária e identificar eventuais ações fraudulentas.

A escolha do CNAE irá determinar os regimes tributários nos quais a empresa pode se enquadrar e o percentual de impostos a ser pago. As alíquotas variam de acordo com a atividade da empresa. Uma empresa prestadora de serviços por exemplo, mesmo que optante pelo Simples Nacional, precisa verificar o anexo ao qual se enquadra para saber a alíquota.

Infelizmente algumas empresas são abertas sem o devido aconselhamento de um escritório de contabilidade; em razão de uma escolha incorreta do CNAE podem perder o benefício de um enquadramento tributário mais vantajoso.

Avaliar a situação da empresa antes de definir o enquadramento tributário

É imprescindível uma avaliação correta da situação financeira da empresa antes de escolher o regime tributário. Isso implica uma análise apurada das entradas e saídas, dos produtos ofertados e prestação de serviços (se houver), além das atividades exercidas.

Muitos empreendedores acreditam que o Simples Nacional é o melhor regime tributário para microempresas e pequenas empresas, mas isso nem sempre é verdade. Apesar de apresentar alíquotas mais baixas em relação aos outros regimes, o Simples baseia-se no faturamento anual ao invés do lucro real, o que significa que a empresa pode estar recolhendo impostos mesmo tendo prejuízos.

É verdade que o Simples tem uma agenda tributária mais simples e fácil de controlar; no entanto, não são todas as empresas que podem optar por esse regime. Atividades como instituições financeiras, sociedades de crédito, corretoras e seguradoras, ou fábricas de cigarros são restritas. Saiba mais sobre o Simples Nacional através do nosso Guia Completo.

O Lucro Presumido possui a essa mesma desvantagem que o Simples, pois é um regime que presume o lucro da empresa a partir da atividade exercida. Portanto, a alíquota é aplicada considerando apenas o faturamento da empresa e não as despesas. 

Fazer uma simulação anual do pagamento de tributos em cada um dos enquadramentos

Como é esperado por todo empreendedor, a situação financeira da empresa muda ao longo dos anos. Da mesma forma, o regime de tributação no qual a empresa está enquadrada em um ano pode já não ser o mais vantajoso no ano seguinte. Além disso, o aumento do faturamento pode restringir a empresa e obrigá-la a se enquadrar em um determinado regime tributário, como o Lucro Real.

A escolha pelo regime de tributação é feita apenas uma vez por ano, ao início do ano; mais especificamente até o dia 31 de Janeiro. Este é um momento no qual o escritório de contabilidade deve estar ainda mais atento à empresa. Ao simular o pagamento de impostos nos três enquadramentos possíveis, o contador pode identificar uma economia significativa de dinheiro.

Por esses motivos, escolher um bom escritório de contabilidade é imprescindível para o empreendedor que deseja bons resultados financeiros. Mais do que oferecer comodidade, o escritório de contabilidade é um aliado na economia e controle financeiros da empresa.