Descubra porque mais de 1000 clientes já escolheram a BRASCT para ser o seu escritório de contabilidade

A BRASCT é um escritório de contabilidade formado por especialistas que trabalham com muita seriedade para assegurar a satisfação de seus clientes no que diz respeito aos processos contábeis, tributários e de recursos humanos. Nossos clientes gerenciam seus negócios com a tranquilidade de saber que estamos ao seu lado, prezando sempre por um trabalho sério e meticuloso.

Os processos contábeis de uma empresa, mesmo as empresas de pequeno porte, envolvem muitos detalhes que podem parecer confusos para alguém que não é da área. No entanto, o nosso trabalho é voltado exatamente para entender esses processos, estarmos constantemente atualizados e buscar as melhores soluções para nossos clientes.

 

Suporte qualificado e processos otimizados 

Na BRASCT disponibilizamos suporte qualificado. Nossa equipe está disponível sempre que necessário através do Whatsapp, e-mail ou telefone. Para que a comunicação entre os clientes e o escritório de contabilidade seja mas ágil, nossos processos são otimizados. Vale ressaltar que essa otimização inclui além dos procedimentos tributários e contábeis, os processos de recursos humanos.

 

Treinamento

Além desse suporte constante, oferecemos treinamentos para os gestores da sua empresa, o que aumenta a assertividade dos processos e a segurança de seu negócio. 

 

Young businesswoman at office Free Photo

Análise e recuperação tributária

O nosso escritório de contabilidade também fará uma análise tributária da sua empresa. A equipe da BRASCT é eficiente e se atualiza constantemente para garantir que, a partir das necessidades de seu empreendimento, vamos indicar o melhor regime de tributação em função do momento vivido pela empresa. Esse cuidado pode significar redução na carga tributária, o que consiste muitas vezes em uma economia expressiva.

O que muitos empreendedores não sabem, mas que também pode ser realizado com o auxílio de nosso escritório de contabilidade é a recuperação tributária. Recupere o valor total ou a maior parte dos impostos pagos de forma indevida nos últimos 5 anos.

Parametrização de sistemas

Através da parametrização de sistemas, o escritório de contabilidade consegue averiguar e corrigir configurações tributárias que estejam incorretas. Nós da BRASCT realizamos um trabalho atento e cauteloso nesse sentido, para garantir que sua empresa esteja em dia com a lei, evitando riscos e problemas no futuro.

 

Front view of smiley elegant businesswoman using laptop with copy space Free Photo

Consultoria empresarial

A equipe do nosso escritório de contabilidade também disponibiliza serviços de consultoria empresarial em diversas áreas. Podemos auxiliá-lo com:

  • Planejamento Tributário;
  • A implementação do ERP (sistema de gestão que integra diferentes operações no negócio em um único lugar, centralizando as informações);
  • Análise de processos de importação por outros Estados.
  • Ressarcimento de ICMS ST SP de acordo com a Portaria CAT 42/2018.
  • Ressarcimento de PIS e COFINS monofásico para empresas do Simples Nacional e Lucro Presumido.
  • Revisão e Parametrização de ERP: cadastro de itens, cfops, cst, alíquotas de impostos. Revisamos e parametrizamos.

BRASCT: Apoio constante de um escritório de contabilidade sério e eficaz

Procurar um escritório de contabilidade de sua confiança é izmportante em todos os processos da empresa. Existem alguns processos simples, como abrir um CNPJ; no caso do Microempreendedor Individual (MEI), por exemplo, a abertura do CNPJ é feita em questão de minutos. 

No entanto, para uma gestão eficaz, mesmo nos primeiros passos da constituição do negócio, é preciso uma análise minuciosa dos processos que serão desenvolvidos pela empresa.

Ter ao seu lado um escritório de contabilidade será de grande valia em vários momentos. Além de organizar os processos de gestão tributária, contábil e recursos humanos, a BRASCT estará sempre a disposição para auxiliá-lo, esclarecer dúvidas e averiguar as mudanças e atualizações nos procedimentos legislativos. 

Os clientes escolhem a BRASCT pois têm a tranquilidade de trabalhar com uma empresa séria, atualizada e empenhada. Buscamos a satisfação de nossos clientes e nos asseguramos de que os processos da empresa estejam sempre de acordo com a legislação, sem a necessidade de pagar mais que o devido. 

Esses são apenas alguns dos motivos que fazem com que a nossa assessoria seja fundamental e conquiste tantos clientes. Para saber mais sobre como podemos ajudar a você e ao seu negócio entre em contato conosco e fale com um de nossos especialistas. Estamos prontos para ajudá-lo.

Lucro Real: o que é e como funciona?

A escolha do melhor ou do mais vantajoso regime tributário, quando não há uma exigência de enquadramento em um regime específico, é uma decisão que pode afetar profundamente as finanças de uma empresa, as suas margens de lucro, bem como o seu potencial de investimentos para o futuro.

Se você busca informações sobre o que é, como funciona e quais são os tipos de empresas que podem ser enquadradas no regime de tributação que é chamado de Lucro Real, neste artigo você encontrará tudo o que você precisa saber a respeito, para que tenha as primeiras impressões sobre se vale a pena adotar esse regime tributário em seu negócio.

Vamos então, a seguir, saber todo o necessário sobre o Lucro Real?

Regimes tributários no Brasil:

No Brasil, os sistemas utilizados para o recolhimento de impostos nas empresas, chamados também de Regimes Tributários ou Regimes de Tributação, são atualmente os seguintes:

  • Simples Nacional
  • Lucro Presumido
  • Lucro Arbitrado
  • Lucro Real

Para certos tipos de empresa, dependendo principalmente do seu volume de faturamento, é exigido o enquadramento em algum desses regimes, como é o caso do Lucro Real e veremos mais adiante. Já o restante, pode optar por um deles, de acordo com o que for mais vantajoso ou mais conveniente para a empresa.

Essa escolha deve ser feita ao início do ano fiscal e pode ser alterada a cada período. Tal escolha terá um impacto direto na saúde financeira do empreendimento e na complexidade das suas declarações. Como nem sempre é tão claro qual dos regimes é o mais vantajoso, é de suma importância contar com ajuda especializada nessa decisão.

O que é o Lucro Real?

O regime de Lucro Real é indicado, principalmente, para empresas que trabalham com pequenas margens de lucro e que possuam também um grande volume de despesas dedutíveis.

É comum pensar que, por ser um sistema de tributação mais complexo, exigido para os negócios que têm um alto volume de faturamento, haja uma maior incidência de impostos no Lucro Real, mas é necessário avaliar caso a caso, pois esse sistema pode ser o mais vantajoso em alguns cenários.

A tributação incidirá nos resultados reais da empresa, com a exata apuração das receitas, deduzindo delas as despesas ou custos, ou seja, os impostos incidirão apenas no que foi de fato o seu lucro real no período avaliado.

Esse sistema pode ser especialmente vantajoso para empresas com resultados dinâmicos ou imprecisos, por exemplo, aquelas onde há possibilidade de prejuízo, pois nesse caso ficarão desoneradas de impostos.

Para quem é o regime de Lucro Real?

O regime tributário do Lucro Real é obrigatório a todas as empresas que tenham um faturamento anual superior a 78 milhões de reais, além daquelas que se enquadram nas atividades descritas a seguir, entre outros:

  • Bancos comerciais, de investimentos ou desenvolvimento.
  • Sociedades de crédito, financiamento, investimentos e corretoras.
  • Empresas de seguros, títulos, valores, câmbio e previdência.
  • Que possuam faturamento do exterior.

Para os demais empreendimentos, o enquadramento no Lucro Real é facultativo. E como dissemos anteriormente, pode ser um regime tributário mais vantajoso para empresas que possuem:

  • Baixas margens de lucro.
  • Margens de lucro dinâmicas.
  • Volume de despesas dedutíveis.

Portanto, se a sua empresa se enquadra em alguma das obrigatoriedades, o enquadramento no Lucro Real é obrigatório.

Do contrário, se o faturamento de sua empresa for inferior a 78 milhões de reais anuais, e ela não desenvolva uma das atividades cujo enquadramento no Lucro Real seja obrigatório, estará elegível ao enquadramento facultativo neste regime.

Em ambos os casos, é fundamental a consulta à especialistas contábeis, tanto para avaliar se a sua empresa está obrigada à tributação pelo Lucro Real, quanto para diagnosticar se é realmente vantajosa a adesão ao sistema, se esta for mesmo apenas opcional.

A incidência de erros e a falta de clareza na apuração dos tributos pelo Lucro Real pode gerar multas que vão de 0,25% a 3% do lucro líquido, por isso, essa escolha não deve ser feita sem que haja um planejamento e uma estrutura de suporte.

As vantagens do Lucro Real:

Este regime de tributação será vantajoso apenas para algumas empresas, já que as opções de enquadramento existem justamente por não haver um regime que compense mais em todos os casos, de forma independente das características do negócio.

Ao contrário do Simples Nacional, o Lucro Real não tem o objetivo de simplificar a declaração, por isso, optar pelo Lucro Real é também aderir à necessidade de um controle financeiro mais rígido e especializado.

Algumas características distintas deste regime, que podem torna-lo mais vantajoso, são essas a seguir:

  • Tributos devidos de acordo com o faturamento.
  • Possibilidade de não contribuição em caso de prejuízo.
  • Apuração pode ser trimestral ou anual.
  • Compensação de prejuízos fiscais.
  • Aproveitamento de créditos de PIS e COFINS.

Vamos então ver, a seguir, quais são os cálculos e alíquotas que incidem nas declarações das empresas que estiverem enquadradas no Lucro Real.

Alíquotas e cálculos do Lucro Real:

Para empresas sob o regime de Lucro Real, há a incidência de impostos como o CSLL, o IRPJ, o PIS e o COFINS.

O Imposto de Renda de Pessoa Jurídica – IRPJ, e a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido – CSLL, são calculados a partir do lucro líquido obtido pela empresa no período.

A alíquota do IRPJ é de 15% para empresas com lucro líquido de até 20 mil reais. Para empresas com percentual maior de lucro, serão 15% sobre o lucro total, mais o adicional de 10% incidindo nos valores excedentes aos 20 mil. Para dar alguns exemplos de cálculo do IRPJ:

Se o lucro líquido de uma empresa foi de 10 mil reais mensais, ela deverá:

15% de 10.000 = 1.500

Já para outra empresa, que tem um lucro líquido de 50 mil mensais, o cálculo será o seguinte:

15% de 50.000 = 7.500

10% de 30.000 (valor excedente a 20 mil) = 3.000

Total = 7.500 + 3.000 = 10.500

Confira as alíquotas do Lucro Real:

  • IRPJ de 15% (para empresas que faturam até 20 mil mensais líquidos); ou
  • IRPJ de 15% + 10% sobre excedentes (para empresas que faturam acima de 20 mil líquidos mensais)
  • CSLL de 9% a 12%
  • PIS de 0,65% a 1,65% (dependendo da atividade).
  • COFINS de 3% a 7,6% (dependendo da atividade).

Contabilizando o Lucro Real:

Antes de optar pelo regime de tributação sobre o Lucro Real, é importante realizar simulações com as contribuições a serem devidas, bem como a possíveis variações relacionadas a outros períodos ou a cenários de incerteza nos lucros.

Os cálculos e a documentação exigidos para a declaração neste regime são complexos e demandam a contratação de pessoal especializado, já que a incidência de erros nesses cálculos acarretará pesadas multas, entre outras complicações.

É por isso mesmo que nem todas as empresas e serviços de Contabilidade trabalham com o Lucro Real, mas você poderá contar com os profissionais da Brasct Contabilidade para diagnosticar a situação tributária da sua empresa e providenciar todo o planejamento e execução das apurações e declarações.

Conte com a Brasct para contabilizar o seu Lucro Real!

Você sabe qual a importância da contabilidade para o setor financeiro empresarial?

Empreender exige uma série de habilidades e conhecimentos, que devem estar muito bem alinhados, para atingir os objetivos traçados. Obviamente, não basta ter uma boa ideia, é preciso complementar essa boa ideia com práticas e serviços funcionais, tornando o empreendimento viável e sólido.

Uma dessas exigências essenciais para o sucesso empresarial, tem a ver com um setor específico que influencia no desenvolvimento de praticamente todas as ações da empresa. Trata-se da famosa CONTABILIDADE.

A CONTABILIDADE E SAÚDE FINANCEIRA

De modo geral, é comum a noção de que a contabilidade é um serviço voltado ao pagamento de imposto. Embora tal afirmação não esteja errada, ela é bem simplista. O papel do setor de contabilidade vai muito além disso, atuando como fator decisivo na saúde financeira de uma empresa.

Qualquer negócio, independentemente do segmento, envolve captação, aplicação e manutenção de recursos. Dentro disso, há práticas que determinam efetivamente uma boa ou má gestão financeira, como compras, vendas, faturamentos, fluxos de caixas, custos fixos, investimentos etc.

Portanto, o setor de contabilidade recolhe todas essas informações relacionadas aos recursos da empresa, para a partir daí, permitir uma estratégia de gestão financeira condizente com as necessidades e exigências específicas de cada negócio.

Isto é, a contabilidade recolhe, registra, formata e analisa dados que se relacionam com os recursos de determinada empresa, o que possibilita um planejamento mais embasado.

Mas, objetivamente, quais seriam as responsabilidades mais centrais do setor de contabilidade? Confira!

FUNÇÕES DO SETOR DE CONTABILIDADE

• Acompanhamento e auxílio no pagamento de impostos;

• Escrituração de dados contábeis e geração de demonstrações;

• Levantamentos e balancetes sobre a situação patrimonial da empresa;

• Repasse de obrigações acessórias;

• Recuperação de impostos;

• Fechamento e abertura de empresa;

Como visto, a contabilidade estabelece relação com práticas importantíssimas para o funcionamento da empresa. Além disso, é a partir desses serviços que a gestão financeira pode traçar objetivos de crescimento e desenvolvimento de um negócio.

IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE NO DESENVOLVIMENTO DE UMA EMPRESA

Atualmente, as empresas mais consolidadas a atentas promovem uma integração entre os setores de contabilidade e gestão financeira. A justificativa dessa conexão é simples: sabendo, com precisão, todas as obrigações e exigências às quais o negócio está sujeito, é possível visualizar melhor como os recursos podem ser utilizados.

Tal integração vem se tornando ainda mais aplicada com o desenvolvimento da tecnologia da informação, que permite recolher informações com mais rapidez e qualidade. Assim, cada vez mais as empresas têm condições de ampliar a as possibilidades de acerto nas tomadas de decisões.

Por exemplo, relacionando as atividades de determinada empresa com as obrigações tributárias dela, o setor de contabilidade pode propor um regime de tributos mais adequado, economizando recursos para empresa ou, ainda, ao perceber algum tipo de alteração na legislação tributária, cabe ao contador repassar essas atualizações, livrando a empresa da possibilidade de multas e tributos indevidos.

BRASCONT – CONTABILIDADE

Gostou das nossas dicas para a gestão de sua empresa? Então, conheça os serviços de contabilidade da Brascont

Especializada no ramo de contabilidade autopeças, a Brascont oferece todo o suporte contábil necessário para que seu negócio prospere e se consolide. Falou em contabilidade Osasco, falou em Brascont!

Contabilidade em Osasco e região

Todo empresário quando pensa em abrir sua empresa ou melhorar os resultados sempre que começa a analisar sua empresa e os resultados é comum identificar diversos fatores que impossibilitam o seu crescimento e não é muito difícil de perceber que a contabilidade é essencial para o crescimento positivo da empresa.

Isso acontece em qualquer parte do processo, seja ele durante a formação do business plan ou quando a empresa já está no processo de evolução e precisa otimizar custos ou reduzir despesas.

Contabilidade é tudo igual?

Já ouvimos diversas vezes empresários falando “Ah, contratei o contador da esquina mesmo, é mais barato e mais perto” ou ”Vou deixar meu parente cuidando ele vai cobrar baratinho”, mas o que os empresários precisam compreender é a especialidade de cada profissional.

Por exemplo, quando você vai levar o seu carro em um auto elétrico, você procura um que seja bom e seja especialista em elétrica automotiva. Você não vai chamar um eletricista residencial ou aquele carinha que trabalha na funilaria e é curioso, imagina o prejuízo que isso pode causar no seu carro?

 

Assim também funciona a contabilidade, existem especializações em diversas áreas, desde contabilidades especializadas em postos de combustíveis, área médica, contabilidade especializada em autopeças e também e perfil tributário, Simples Nacional, Lucro Real, Lucro Presumido, então muito cuidado quando você vai escolher a contabilidade para sua empresa.

Como escolher uma contabilidade?

Para você escolher a sua contabilidade é essencial que você pense em algumas perguntas básicas como, por exemplo:

  1. Essa contabilidade é especializada no meu segmento?
  2. Essa contabilidade atende online ou presencial (pode ser ambos também)?
  3. A contabilidade será feita por profissionais da área ou eu preciso preencher as informações?
  4. O meu suporte será por telefone, e-mail, presencial ou terei que abrir tickets de atendimento?

Essas questões são importantes para que você não caia em uma cilada onde acaba contratando uma empresa que não domina o seu segmento ou aquele tipo de serviço de contabilidade faça você mesmo, onde você é o responsável por preencher todas as informações no sistema e qualquer erro de lançamento é de sua responsabilidade.

O tipo de suporte e formas de atendimento também é muito importante para que você tenha o melhor suporte possível.

Por exemplo, nosso caso, somos uma contabilidade em Osasco/SP e fazemos atendimento de diversas formas, presencial para aqueles clientes que desejam vir até o nosso escritório, por Skype, WhatsApp, e-mail e telefone. Ou seja, o nosso cliente sempre poderá falar com a nossa equipe com horário pré-agendado e o melhor de tudo, ele escolhe a melhor forma. Se o cliente também é de Osasco ou região poderá vir ao nosso escritório, já clientes de outros estados nós realizamos atendimento de forma digital.

Já os lançamentos contábeis da empresa são revisados 100% pela nossa equipe dessa forma podemos dar total segurança para o nosso cliente de que a sua contabilidade está de fato segura.

Por que escolher uma contabilidade em Osasco?

Para aqueles empresários que estão começando ou que já possuem empresas em Osasco, nós indicamos que contratem uma contabilidade também da sua região, pela praticidade em poder agendar reuniões presenciais sempre que necessário e em alguns casos, por exemplo, bares, restaurantes e até mesmo autopeças em Osasco, sempre que necessário um dos nossos representantes poderá ir até o local para uma possível consultoria ou reunião estratégica.

Contar com uma contabilidade em Osasco especializada na sua área só traz benefícios, mas lembre-se de levar em consideração se essa contabilidade é especializada no seu segmento e todas as formas de atendimento, suporte e formas de realizar o lançamento contábil da sua empresa.

Afinal, como mencionamos, não adianta contratar uma contabilidade na sua região se ela não te oferecer segurança, você precisa estar confortável com a contratação da contabilidade que irá te assessorar.

Facilidade na troca de informações

O que seria a troca de informações e o que isso pode impactar para o empresário no momento de contratar uma contabilidade em Osasco?

Para tentar te ajudar a compreender a importância na troca de informações vamos dar o seguinte exemplo:

Imagine que você está trabalhando tranquilamente na sua empresa quando um fiscal chega de surpresa e solicita um documento que está em posse da contabilidade, a primeira coisa que você irá fazer é entrar em contato com a contabilidade solicitando esse documento certo?

Agora imagine que, a contabilidade só atende solicitações através de tickets de atendimento, como você iria poder esperar com tal urgência?

Ou imagine que, sua contabilidade ainda é aquele modelo bem tradicional, onde mantém uma sala de arquivos e precisa procurar o documento que você precisa no meio de tudo aquilo, além de ser muito demorado ainda pode acontecer desse tipo de escritório contábil não contar com um sistema de categorização de documentos o que poderia facilitar um pouco a identificação de cliente/ano/mês/atividade, ou seja, você pode ter que esperar por muito mais tempo.

Já com uma contabilidade que tem evoluído de acordo com as possibilidades do mercado, além de você ter esse documento muitas vezes já digitalizado, as trocas de informações são muito mais rápidas e precisas.

Isso também se dá para envio e recebimento de documentos onde antes era utilizado o malote físico que dependia de uma pessoa (office-boy ou motoboy) para entrega e retirada, agora isso é possível de forma totalmente digital.

Os impostos e folha de pagamento também são enviados de forma digital, então você também não precisa correr riscos de fazer pagamento em atraso, assim você consegue manter todo o seu processo fluído sem se preocupar com possíveis atrasos.

Solucionando problemas com mais agilidade

A Brascont além de ser uma contabilidade em Osasco/SP com fácil acesso para empresários da região, você conta com diversos serviços desde assessoria contábil e tributária para auxiliar na proteção e redução tributária para sua empresa.

Nossos serviços sempre visam agilizar os processos utilizando ferramentas essenciais para que a entrega das obrigações e recebimento sejam sempre rápidos, dessa forma sempre que você precisa de algo basta entrar em contato, por e-mail, whatsapp ou telefone sempre alguém da nossa equipe irá te dar todo o suporte e mostrar as soluções para o problema em questão.

Hoje além de oferecer o atendimento de contabilidade presencial também atendemos diversas empresas de outros estados de forma online e temos o orgulho de dizer, que apesar do nosso atendimento ocorrer de forma presencial e online todos os processos são feitos por pessoas, em nenhum momento você precisará abrir tickets ou realizar lançamentos contábeis em sistemas.

Quer mais segurança?

Entre em contato com a nossa equipe e conheça todas as soluções que oferecemos para clientes Brascont.

 

Fale com a brasct por whatsApp

Contabilidade especializada para Autopeças

Não há como negar que a tecnologia trouxe inovação em todas as áreas.
Muitos setores sofreram mudanças e alterações.

O empreendedor do ramo de autopeças sabe o que mudou no seu setor?

Essas mudanças trouxeram vantagens ou desvantagens?

Quais os novos procedimentos exigidos pelo fisco para autopeças?

O varejo de autopeças foi alvo de mudanças tributárias recentes, ele e outros segmentos do mercado.
O recolhimento do ICMS é feito antecipadamente pelo fabricante hoje em dia. É responsabilidade dele.
É do fabricante a responsabilidade da retenção de todo o ICMS devido.

Essa medida trouxe possibilidade para o estado de combater efetivamente a sonegação do ICMS.
E o varejo também tem enfrentado algumas dificuldades relacionadas ao atendimento dos procedimentos de substituição tributária.

Essas regras ajudam muito na competitividade comercial de produtos as empresas que mantém regularidade de pagamento de impostos.

É claro que existem particularidades aplicáveis a cada um dos casos.

Isso também se aplica no momento da emissão e utilização da NF-e.

A NF-e é uma vertente do SPED.

O SPED é o sistema público de escrituração digital.
Ele agrega as notas emitidas.

Essas notas anteriormente eram emitidas de maneira manual e agora são geradas por meios digitais.
Essa medida de automatização de notas fiscais mudou drasticamente o controle e supervisão do fisco.

Isso fez com que as mercadorias partissem a circular através de DANFEs que são Documentos Auxiliares da Nota Fiscal Eletrônica.

Esse documento permite que sejam importados os dados relativos a cada um das notas fiscais que são recebidas ou emitidas.
Para que os pequenos e médios empresários tirem proveito dessas novas tecnologias, como proceder?

Para tirar o devido proveito é necessário que o empresário utilize os recursos que são disponibilizados por esses novos meios.

Na emissão na NF-e, por exemplo, contamos com a agilização no processo de envio e recebimento de notas fiscais.

Alem disso, com a redução significativa dos custos com impressão de talonário e etc.
A emissão de notas fiscais por meios eletrônicos evita muitos problemas, bem como que a empresa tenha notas emitidas sem procedência e possa rejeitar a emissão de notas erradas.

A importação de maneira direta desses documentos evita erros que anteriormente eram comuns na emissão manual e no momento da digitação de livros.

Isso também torna as tarefas mais ágeis e eficientes.
Há também uma equiparação significativa de competitividade tributária na ST.

Isso permite que as empresas pratiquem preços de maneira mais competitiva.
E também exerçam práticas de gestão adequadas, fugindo de práticas duvidosas e erradas.
A certificação digital trouxe maior segurança para o envio e no cumprimento de obrigações acessórias das empresas.

Tudo que esta digitalmente disponível permite consultas rápidas de informações.
E isso ainda evita a inconsistência no recolhimento das empresas.

Enfim, para que o empresário possa tirar mais proveito dessas novas tecnologias será necessária uma orientação para o uso de softwares.

Fale com a brasct por whatsApp

Ele precisa entender como utilizar os equipamentos de informática corretos e de maneira adequada.

Softwares preparados para Autopeças

Os softwares precisam atendem as exigências legais que são aplicáveis.
E ainda possuir assessoria condizente e que possa nortear as suas ações tributárias.
E as novidades não param por ai…

É preciso se preparar para medidas que serão implantadas nos próximos anos.
Há previsão de mudanças ainda mais significativas que envolverão as empresas.

Essas mudanças envolverão a ampliação dessas exigências para todas as empresas, independente de segmento ou porte.

A implantação e uso de etiquetas RFID (Radio-Frequency IDentification), essas etiquetas vão permitir a identificação por radio frequência das mercadorias.

Elas poderão ser fiscalizadas por meio eletrônico.
E no seu transito poderão ser barradas sem verificação manual pelo agente de fiscalização.
Todos esses processos envolvem o cruzamento de dados.

Com a entrega do SPED e com a inteligência tributária é possível chegar mais perto do combate total que envolve a sonegação fiscal.

A empresa tem como exigência estar plenamente adequada a legislação contábil, tributária e fiscal.

E como entender tudo isso mais a fundo?

Como não errar na entrega dessas obrigações e na operação dessas novas tecnologias?
Procure hoje mesmo um escritório contábil especializado.

Somente profissionais com experiência nesse nicho podem te orientar.

Quando opta por um escritório de contabilidade especializado faz uma escolha muito certa.

Pessoas que entendem cada problema que pode surgir e também entendem do seu ramo e consequentemente das suas duvidas podem ser o diferencial do seu negócio.

Não perca mais tempo!
Não corra riscos!

Fale com a brasct por whatsApp

 

Hora de crescer, como se tornar distribuidor

Como entender que é hora crescer?

Qual a vantagem de se tornar um distribuidor?

Você está preparado para isso?

Considerando o cenário de crise que o país vem enfrentando e que abalou de maneira significativa a nossa economia não causa espanto que alguns empreendedores temendo as incertezas acabaram congelando os seus negócios.

O crescimento de uma empresa depende de vários fatores, que parecem ser menos praticáveis em tempos de crise.

Todo tipo de crescimento deve ser de alguma forma estudado para que seja possível extrair o máximo de informações para que se chegue ao sucesso.

Enquadrando isso ao mercado automotivo trabalhar como distribuidor e fornecedor de peças automotivas pode trazer muito resultado.

É um mercado amplo que conta com demanda constante.

Oficinas e lojas de peças sempre precisam de fornecedores e de peças de reposição para executar reparos e atender os seus clientes.

Isso gera uma extensa base de clientes.

Para abrir, gerir uma loja de peças e se tornar distribuidor é preciso percorrer um caminho.

Uma loja de peças vai além de prateleiras cheias.

Há uma importância indiscutível no conhecimento das peças e principalmente do cliente.

Só conhecendo as necessidades do cliente poderá atendê-lo como ele precisa.

Caso queira abrir um negócio de autopeças e não entenda sobre o assunto é interessante contratar funcionários com experiências anteriores no setor de autopeças.

Eles terão o conhecimento prático que você precisa.

Existe um caminho a seguir e vamos pontuar no conteúdo abaixo as vertentes mais importantes.

Ter objetivos e saber planejar se torna essencial.

É preciso avaliar os resultados anteriores e trabalhar baseado em projeções.

Crie metas para você e seus vendedores.

Não comece um ciclo sem saber aonde quer chegar exatamente.

E isso vai além do lucro.

Os objetivos podem partir desde vender mais até como difundir a sua marca e criar uma autoridade no mercado dentro desse nicho.

Para obter lucros e partir para um crescimento considere pensar em maneiras de diminuição de gasto.

Claro que a loja gira em torno de vendas, mas se conseguir avaliar corretamente o rendimento dos funcionários e organizar melhor os gastos esse tipo de ação pode diminuir gastos.

A diminuição de gastos é uma forma simples de lucrar sem depender estritamente de um balcão lotado de maneira constante.

Fazer um inventário para entender os produtos e suas saídas ta bem é bem importante.

Você pode diminuir gastos fazendo compras conscientes, e criar um padrão de compra periódica.

Nas suas compras procure aproveitar promoções de produtos.

É valido também pensar em ampliar as linhas que vende na sua loja.

O aumento de opções é muito importante e pode ser um diferencial para a sua loja.

Porém é preciso efetuar uma pesquisa junto a concorrência, o que os clientes procuram e você não tem na sua loja?

Verificando esses fatores é melhor avaliar prós e contras para definir o que vai vender na sua loja.

Você deve entender que a sua loja não vai ficar o dia todo movimentada então cada cliente deve ser tratado excepcionalmente.

A partir do momento da construção de um bom relacionamento com o cliente isso se torna um diferencial na decisão da compra.

Por isso o atendimento deve ser feito com receptividade, atenção e informações concretas.

Esse tipo de ação pode definir o sucesso de uma venda.

Mesmo com um cenário de crise presente no país, que assusta os empreendedores com razão, não podemos nos deixar levar por esse cenário.

É preciso criar um cenário além da crise.

Aproveitar oportunidades e possibilidades que possam estar presentes.

Um empreendedor não pode apontar a crise como comandante do seu negócio.

Busque a prosperidade com os seus funcionários.

Ofereça treinamentos, mostre vantagens para que se comprometam reinvente a política da empresa se necessário.

Além desses fatores hoje em dia temos inúmeras oportunidades criadas dentro do ambiente virtual.

Isso pode ser determinante.

Existem maneiras de ingressar no mundo digital sem fazer grandes investimentos.

Utilize ferramentas que você já tem domínio como Facebook e Instagram.

Por meio delas você pode buscar um público maior e mostrar o que pode oferecer para uma quantidade ilimitada de público.

Considere também outros tipos de interação e atendimento ao público, além do telefone.

As ferramentas de comunicação on-line são aliadas quando não se quer perde a interação com o público.

Seja além de um comprador na vida de cada fornecedor.

Da mesma maneira que é importante considerar o cuidado no atendimento e relação com o cliente é essencial consumir de empresas que entendem e se importam com o seu negócio.

Procure fornecedores que te entendam, que tenham facilidade na negociação de prazos e situações.

Esse fornecedor deve entregar algo além de produtos, ele deve entregar produtos de qualidade que você possa confiar.

E sua empresa também deve procurar fazer parceria com os seus clientes.

Seja esperto e crie soluções para problemas que o incomodam.

Use o momento para criar promoções sazonais e descontos.

Pense na necessidade que o seu cliente apresenta, não foque apenas na venda.

Vender soluções é mais importante do que vender apenas produtos.

Se criar estratégias para enfrentar os problemas pode expandir significativamente o seu negócio.

Não tenha medo de crise, seja diferente, não tenha medo de crescer.

A demanda por peças de veículos continuara a existir, as pessoas não vão deixar de comprar e vender veículos.

Tudo é uma questão de ponto de vista!

Se a sua intenção é crescer avalie que o principal diferencial que as pessoas buscam quando recorrem a esse tipo de loja é poder ter confiabilidade nos produtos.

Não adianta criar um ambiente excelente e organizado se não oferecer uma solução de boa qualidade para o seu cliente.

Construir a confiança de seus clientes é extremante essencial.

Um cliente satisfeito sempre retorna.

E ele pode se tornar veículo de marketing positivo.

Sempre estudo o perfil de consumo que a sua região apresenta.

Busque fornecedores no merxcado que sejam confiáveis.

Garanta peças que se adaptem a necessidade dos clientes de maneira duradoura e segura.

O crescimento de uma empresa pode começar partindo de diferentes lugares.

Quando se busca o crescimento é importante que tenha construído a sua base com maestria.

Se prestar atenção a todos esses pontos pode se tornar um distribuidor, e será referência de qualidade e atendimento no mercado.

 

 

 

ICMS e subistituição tributária, quais riscos da tributação errada

Você empreendedor sabe o que é Substituição Tributária?

Já fez esse cálculo?

Vamos entender o que é a Substituição Tributária.

É um instituto que foi implementado e criado pelas Unidades da Federação antes do advento atual da constituição.

É um mecanismo de cobrança de tributos que visa diminuir as sonegações.

A substituição tributária para que seja entendida deve ter assimilado o conceito de Substituto tributário e substituído tributário.

Na venda de mercadoria que são substitutos tributários que não são no estado o pagamento da ST tem que ser feito no momento da venda.

Esse pagamento se dará pela GNRE ( Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais)

O cálculo dessa ST depende do tipo de cliente a qual esta sendo vendida a mercadoria.

É possível englobar vendas para a pessoa física bem como para a comercialização.

Desse modo a ST é dada com base na alíquota executada no estado em que a mercadoria está circulando.

Você é capaz de classificar com absoluta segurança quando um item se enquadra ou não como substituição tributária?

Falando um pouco sobre o segmento de auto peças é correto enquadrá-la num segmento de peças automotoras.

Mas todas as peças incluídas em todos os segmentos terrestre aéreo e aquático estão no regime de substituição tributária do ICMS?

De acordo com a cláusula sexta, para fins de cobrança de ICMS é considerado:

O segmento que consiste no agrupamento dos itens bens e mercadorias que possuem semelhantes características de conteúdo ou destinação. Como por exemplo Autopeças.

Item de segmento que é a identificação da mercadoria, bem ou agrupamento de bens dentro do segmento.

Especificação do item é o desdobramento do item. Isso quando existem características diferenciadas relevantes que determinam o tratamento tributário para fins de ST.

É possível a venda de mercadorias da ST para empresas que façam a comercialização as mesmas e serão utilizadas como consumo e uso.

Assim cabe ao vendedor efetuar o cálculo do diferencial de alíquotas na saída.

Esse regime tem aplicabilidade maior no âmbito do ICMS.

Sugerido no próprio nome no regime de substituição tributária ocorre a substituição do responsável pelo pagamento.

Não haverá mais cobrança durante a venda pois ela será feita de maneira antecipada.

Então não é mais o contribuinte o responsável pelo ICMS, a cobrança desse imposto ocorre no momento em que ele sai da indústria e não no momento da sua comercialização.

Esse regime de ST foi criado com a intenção de facilitar a cobrança de tributos.

Ela consegue centralizar essa cobrança nas indústrias e importadoras, reduzindo o número de envolvidos nesse processo de cobrança.

Isso não caracteriza o pagamento de menos impostos.

E sim um pagamento de maneira antecipada.

 

A ajuda de contadores e a equipe dos seu escritório é primordial para o bom funcionamento de uma empresa e aplicação correta de tributos.

Só eles são capazes de avaliar regras de substituição tributária de maneira efetiva.

Isso vai garantir que eles façam a avaliação correta de regras tributárias no âmbito do estado do comércio.

Desse modo para saber se a mercadoria que comercializa é sujeita a ST é preciso uma consulta efetiva a legislação.

Após o conhecimento dessas regras você precisa de algumas informações pertinentes para o cálculo.

  • Estado de origem do produto
  • Estado de Destino
  • Nomenclatura comum do Mercosul do produto (NCM)
  • Tipo de estabelecimento
  • Regime trobutário
  • Dentino da mercadoria
  • Valor da mercadoria
  • Valor do frete
  • Valor do IPI
  • Descontos
  • Margem de valor agregado.

Essas regras de cálculo são bastante complexas e variam a cada estado.

Por isso é indispensável a assessoria de um contador para avaliar o seu negócio e o cálculo dos tributos a serem recolhidos.

Existe um código que chama CEST e tem como objetivo uniformizar a cobrança de ICMS em todos estados do país por ST.

O contribuinte no momento da comercialização da mercadoria tem como obrigatório a atribuição de um código de sete dígitos na NF.

O empreendedor deve sempre estar atento se as mercadorias produzidas pela sua empresa constam na tabela CEST.

Esse é uma informação determinante para aplicação correta das regras de ST.

Corre-se riscos não se adequando ao CEST?

A ausência do CEST pode acarretar muitos problemas para a empresa.

Esses problemas consistem em penalidades pelo descumprimento de obrigações e sua empresa também corre risco de definir parâmetros incorretos e recolher valores errados.

Com esse erro pode ocorrer dupla tributação de um item.

E muitas vezes isso não permite restituição de valor pago indevido.

Erros cadastrais podem causar ausência no pagamento do ICMS e isso será cobrado mediante lançamento de ofício pelo fisco.

É importante que o empreendedor evite problemas desnecessários ao fisco.

É importante que a empresa fique atenta a prazos e obrigatoriedades do CEST.

A maior parte dos riscos tributários é a de geração de multas que podem comprometer o orçamento da empresa.

O empresário deve ter consciência de evitar pagar um imposto errado ou cometer outros erros nesse sentido.

Fará diferença no seu negócio se contar com ajuda de uma assessoria especializada.

Escritórios contábeis especializados estão preparados para tirar suas dúvidas e servir de guia para práticas tributárias.

Para que seu negócio se desenvolva cada vez melhor é importante uma gestão eficiente, e não é interessante correr riscos tributários desnecessários.

Trabalhando com prudência e com o auxílio de uma contabilidade especializada permitirá que o seu negócio se desenvolva sem problemas.

Evitando o pagamento de multas ou correções.

 

Como aumentar os lucros de uma Autopeças

O setor de autopeças é detentor de uma atividade promissora.

Mas para obter sucesso por dessa atividade são necessárias estratégias para alavancar as vendas e obter lucros.

O aumento na frota de automóveis é exponencial e com isso há maior necessidade de peças e consequentemente chances de vender mais.

Esse aumento leva em consideração fatores diversos, entre eles especialidades, divulgação, localização e bons preços.

Além desse aumento a capacidade que o gestor tem no momento de trabalhar a base de clientes é essencial.

Quanto mais conhecer o cliente e suas necessidades mais chances de atendê-lo quando necessitar.

É importante para isso manter um histórico do cliente, de compras e periodicidade.

Para que uma autopeça dê lucro e progrida a gestão é essencial.

Outra maneira de obter aumento de lucros é com a instituição de inventário rotativo.

Você sabe o que é inventário rotativo?

Essa é uma maneira de inventário que realiza a contagem de apenas porções do estoque de maneira regular.

Ao invés de contar o estoque por completo.

Para que isso seja possível definem-se ciclos de contagem de modo que sejam contados todos os itens do estoque em período determinado.

Qual o objetivo utilizando esse método?

O objetivo central das empresas hoje em dia que precisam trabalhar com um estoque é reduzi-lo de forma que seja possível comprar apenas os itens que tem demanda.

Para que haja essa possibilidade é preciso ter noção exata da demanda e também conseguir prever variações a ocorrer.

Esse tipo de previsão evita quebras de estoque ou estoque sobressalente.

Quando existe uma previsão segura há margem de redução de estoque sem prejuízos a operação ou as vendas.

E esse tipo de inventário cíclico também permite identificar problemas na contagem e uma tomada rápida de decisão para correção.

Quando existe possibilidade de manter um estoque mínimo nas autopeças contamos com a redução do capital investido em estoque.

E isso aumenta os lucros.

É possível aperfeiçoar a armazenagem e reduzir custos pessoais na manutenção do estoque.

Esse tipo de inventário rotativo é indicado para grandes e pequenos estoques.

Ele aumenta a exatidão das informações e não compromete o nível do serviço.

É uma pratica logística que garante resultados positivos e está sendo usado mundialmente por empresas de sucesso.

Quais peças inventariar desse modo?

Todas as peças serão contadas, mas numa quantidade diferente conforme a classificação de prioridade em cada grupo de peças.

E como fazer essa priorização?

Existem vários métodos de priorização.

Existe a curva ABC para se definir diferentes tipos de critérios.

Seguem alguns exemplos:

Curva ABC segundo o critério de popularidade:  Os itens mais vendidos e consumidos no estoque se tornam prioritários e serão envolvidos em maior número de contagem.

Curva ABC segundo o critério de custo das autopeças: esta opção prioriza os itens mais caros. Eles serão contados com mais frequência.

Curva ABC segundo o critério de lucratividade das autopeças: Esse ponto prioriza os itens que trazem maior lucratividade para a contagem.

Existem outras possibilidades de critérios que envolvem itens com maior risco de furto ou roubo e com maiores riscos e defeitos.

A acuracidade que se refere à exatidão do estoque é também muito importante.

A acuracidade é a relação entre as quantidades das peças apontadas pelo sistema e o saldo real físico.

A média da acuracidade de empresas grandes é de 97% em seu estoque.

Quando deve ser realizado um inventário rotativo?

Ele pode ser realizado antes do ponto do pedido, antes ou depois do recebimento de uma compra, quando houver demanda de compra entre outros.

Cada empresa deve partir da análise de demanda para entender qual o tempo necessário de um ciclo de inventário rotativo.

É importante que pelo menos uma vez ao ano todos os itens sejam inventariados.

A vantagem de um inventário rotativo em relação a um inventário periódico é que o segundo gera picos de custo.

Quando a pretensão é de aumentar a lucratividade essa não é a melhor opção.

O inventário periódico é feito com o estoque fechado, e isso impacta diretamente nas vendas e operações da empresa.

O inventário periódico não busca causas para as diferenças e nem prove melhoria na precisão de informações.

Além disso, é um processo que a equipe de contagem tem que reaprender a cada vez que for realizar.

Em contrapartida o inventário rotativo não impacta diretamente na rotina operacional da empresa.

Não é necessário fechar as portas do estoque.

Ele facilita a tomada de ações corretivas e a equipe responsável acaba se familiarizando mais com as necessidades.

Isso melhora a exatidão das informações e a capacidade de gestão.

Para execução de um processo de inventário rotativo algumas atividades são essenciais.

É preciso um cadastro organizado para poder gerir as entradas e saídas de peças.

Existem softwares de gestão com baixos custos disponíveis no mercado.

Montar um plano de contagem também é importante.

Para isso é preciso definir um critério de prioridade e não esquecer que esses itens precisam ser contados mais de uma vez dentro do período.

Isso inclui um cronograma de contagem que é essencial.

Uma planilha com data e hora das contagens, classificando as peças que foram contadas e por quais profissionais é interessante também.

Após cada contagem é importante registrar em um documento as inconstâncias bem como as causas dos problemas que ocorreram. E também quais providências foram tomadas.

O objetivo da contagem cíclica é aumentar de maneira continua o índice de acuracidade do estoque.

Cada vez que for calculado estoque é importante que seja comparado com resultados anteriores.

O objetivo é a evolução ao longo do tempo.

Antes de cada contagem limpe e organize o local onde ela ocorrerá.

As causas de problemas podem ser várias:

  • Solicitação de compra em duplicidade
  • Trocas de códigos em entradas de produtos.
  • Trocas de código na saída de produtos
  • Não registrar a entrada dos produtos

As ações corretivas são respectivamente:

  • Conferencia das solicitações de compra
  • Conferencia dos códigos nas entradas
  • Conferencia de códigos na saída
  • Comparar entradas no sistema com a nota fiscal.

As empresas que permanecem com uma visão patrimonialista focam em realizar inventários anuais.

Realização inventários rotativos visa aperfeiçoar as atividades de gestão de estoque.

Dessa forma, aumentando a exatidão do estoque permite-se a sua redução de acordo com a demanda.

Esse tipo de ação traz mais lucratividade para a empresa.

Além de transformar a equipe em especialista nas contagens, motiva a encontrar e corrigir erros.

E evita a aquisição de itens que ficariam sobressalentes.

Mas para chegar a ter um estoque mínimo ideal numa autopeças a realização dos inventários rotativos e apenas um dos passos.

É preciso mais que isso.

É necessário saber:

  • Quando comprar
  • Quanto comprar
  • De quem comprar

E ainda automatizar por meio de um sistema cotações e compras.

É uma maneira inteligente de visar o aumento de lucros e que vem sendo utilizada por grandes empresas obtendo sucesso.