Como a Brasct faz a abertura de empresa digital

Os avanços da tecnologia trouxeram agilidade para diversas áreas da nossa vida, seja para o nosso ambiente familiar e pessoal ou para a sociedade. A partir do momento que os órgãos públicos aderiram e incorporaram essas novidades, processos que antes levavam meses, hoje podem ser feitos em poucos dias, como a abertura de empresa digital.

Hoje em dia a maior parte dos procedimentos necessários para abrir uma empresa podem ser feitos digitalmente. Existem soluções muito interessantes criadas com a intenção de desburocratizar e agilizar o processo, como a Assinatura Digital.

A Brasct está sempre por dentro dessas novidades, pois queremos trazer essa agilidade para o dia a dia dos nossos clientes. No caso da Assinatura Digital o processo de abertura de empresa pode cair para dias, ou até mesmo horas. 

Quando o cliente opta por fazer a abertura conosco, a equipe da Brasct faz todo o processo, passo a passo, de forma muito organizada e de acordo com a legislação. Você, como cliente, só precisará ler os documentos, assinar e pagar as taxas que são devidas a cada um dos órgãos.

Preparamos esse artigo para você conhecer alguns dos passos necessários para abrir uma empresa e como nosso escritório de contabilidade pode auxiliá-lo.

Consultoria personalizada para abrir seu negócio

A Brasct é um escritório de contabilidade que trabalha, todos os meses, na abertura de empresas de todo o Brasil. Em nossa equipe temos profissionais especializados que ficam responsáveis unicamente por esse processo.

De acordo com a Ariana Marta, gestora da Brasct, é muito importante ter o apoio de um profissional. “A abertura de e-commerces, por exemplo, gera muitas dúvidas para os clientes. Posso abrir no endereço de casa? Tenho estoque terceirizado, como faço para ficar regular perante a Prefeitura?” Essas são algumas das questões que os clientes trazem e a Brast auxilia em cada uma das etapas para garantir que tudo seja feito de acordo com a lei e da melhor forma possível

Em primeiro lugar, nosso papel é entender muito bem qual é seu negócio, pois cada empresa possui particularidades e não existe uma “receita de bolo” que possa ser aplicada a todos. 

Portanto, no momento da consultoria vamos conhecer a sua empresa para auxiliar na escolha do Regime Tributário, na escolha do CNAE, na definição do porte da empresa, na determinação da Natureza Jurídica, entre outros.

A partir desse ponto a própria Brasct fará tudo que é preciso, deixando para você só o que for realmente necessário, como a assinatura de documentos. Mas não se preocupe com burocracias! Pois não vai precisar ir a nenhum órgão público.

Contrato Social e registro na Junta Comercial

Antes de abrir o CNPJ, será necessário elaborar o Contrato Social, que é o instrumento de constituição da empresa. Nesse documento irá constar o nome da empresa, o Capital Social e o percentual de participação de cada sócio.

Com o Contrato Social e os documentos dos sócios em mãos, é preciso registrar a empresa na Junta Comercial. É a partir daí que o negócio recebe um CNPJ, e a empresa finalmente passa a existir.

Inscrição Municipal

Para abrir uma empresa é necessário fazer o cadastro na Prefeitura. Como falamos anteriormente, atualmente a grande maioria dos municípios do Brasil permitem que esse processo seja feito totalmente online. 

Entre os documentos solicitados estarão o Contrato Social, cartão CNPJ, além de RG, CPF e comprovante de endereço dos sócios. 

É preciso ter atenção, pois algumas atividades exigem o alvará da vigilância sanitária, o laudo de vistoria dos bombeiros e outras autorizações. A Brasct se responsabiliza por isso e ajuda-o a providenciar todos os documentos necessários para a sua empresa.

Alvará de Funcionamento

O Alvará de Funcionamento deverá ser solicitado junto à Prefeitura ou outro órgão governamental. No caso de São Paulo, esse serviço também pode ser feito online.

No caso de imóveis alugados pode ser que já exista um alvará; porém é preciso ter em conta as mudanças que serão feitas no local para fazer a renovação do documento. 

Além disso, para algumas empresas serão necessárias outras licenças, como Licença Ambiental, Licença Sanitária, Produtos Químicos Controlados, entre outras. 

Inscrição Estadual

No caso das empresas do setor do comércio será necessário realizar a Inscrição Estadual. Esse procedimento é feito junto à Secretaria da Fazenda do Estado.

Assinatura Digital: abertura eletrônica de empresa

A Assinatura Digital é um dos recursos que permite que a maior parte desses procedimentos seja feita online. Este recurso passou a ser reconhecido a partir da publicação da Medida Provisória 2.200/2001

No processo de abertura de empresa é a Assinatura Digital que garante “autenticidade, integridade e validade jurídica de documentos em forma eletrônica, bem como da realização de transações eletrônicas seguras”.

Existem tipos de assinaturas digitais diferentes com níveis de verificação diferentes, pois dependendo do documento a ser assinado poderá ser necessário mecanismos de segurança adicionais.

A Assinatura Digital Simples é a mais utilizada e, apesar de ser o modelo mais simples, já conta com altos padrões de segurança, como carimbo do tempo, criptografia, IP da máquina, senha de acesso, e-mail. A Assinatura Digital Simples possui validade jurídica.

A Assinatura Digital Avançada possui o mesmo que a Assinatura Digital Simples, porém com mais níveis de verificação, como dados biométricos ou código de segurança exclusivo do usuário (PIN).

Assinatura Digital Qualificada e Certificado Digital

No caso da Assinatura Digital Qualificada utiliza-se o Certificado Digital, que seria algo similar ao reconhecimento de firma em cartório. Nesse caso a identidade do usuário é garantida por meio de chaves criptográficas muito seguras.

Quando falamos de órgãos públicos, como a Receita Federal, INSS e juntas comerciais, será necessário essa modalidade.

Entretanto, você não precisa se preocupar, pois no processo de abertura de empresa, a Brasct também cuida do Certificado Digital!

Quer abrir empresa rapidamente e de forma segura? A Brasct está aqui para ajudá-lo em todo o processo. Vamos desburocratizar as etapas e garantir que tudo seja feito com cuidado, para a sua empresa funcionar corretamente e dentro da lei.


Como a Brasct faz a abertura de empresa digital


Como a Brasct faz a abertura de empresa digital





Principais processos financeiros de uma empresa


Principais processos financeiros de uma empresa





5 tendências de negócios online para 2022


5 tendências de negócios online para 2022



5 tendências de negócios online para 2022

Durante a pandemia da Covid-19, mesmo com o impacto negativo que ela teve na economia, o empreendedorismo se intensificou. É que os índices mais altos de desemprego fizeram com que muitas pessoas passassem a trabalhar por conta própria e abrissem seus micronegócios.

Dados do SEBRAE mostram que o primeiro semestre de 2021 teve um aumento recorde de abertura de micro e pequenas empresas. Foram 2,1 milhões de novos negócios só nesse período, um aumento de 35% em relação ao mesmo período de 2020. Nesse contexto, os negócios online tiveram um grande destaque devido ao isolamento social imposto pela pandemia.

Tudo indica que 2022 continuará tendo um cenário muito favorável para a abertura de novos negócios, especialmente no ambiente online. Estar atento às projeções do mercado é um excelente caminho para aqueles que ainda não decidiram em que área querem empreender. Por isso, fizemos este texto para mostrar 5 tendências de negócios online para 2022. Confira abaixo!

8 Key Components of Ecommerce Website Success | SaM Solutions

1. E-commerce

A pandemia não modificou nossa rotina apenas no período de isolamento. Essa experiência levou a adaptações nos hábitos de milhões de consumidores que estão permanecendo mesmo depois da melhora no combate à Covid-19. Um dos hábitos que mais se solidificaram foi fazer compras online. Mesmo com a reabertura do comércio, a expectativa é que as vendas online não diminuam. Pelo contrário, a tendência é de um aumento contínuo.

Uma das maiores vantagens do e-commerce é não precisar de uma loja física, o que diminui uma série de gastos, como aluguel, eletricidade e mão-de-obra. Além disso, uma loja online permite vender para um público muito maior.

Por outro lado, um ponto negativo é a concorrência, pois existem diversos outros e-commerce vendendo produtos semelhantes. Por isso, um bom marketing é o maior dos diferenciais. A grande tendência é a criação de conteúdo, que gera engajamento e agrega valor à marca. Explore as mídias sociais e avalie também criar um blog. A criatividade é muito importante!

Facebook Marketplace in 2021: The Definitive Guide

2. Marketplaces

Cada vez mais, ao invés de procurarem sites de empresas específicas para comprarem determinados produtos, os consumidores vão a sites ou aplicativos que vendem produtos de uma diversidade de empresas diferentes. Trata-se dos marketplaces, que são como shoppings digitais.

Essa é uma forma de comercializar produtos online sem ter que gastar com a criação e a manutenção de um site. Também permite com que novas pessoas cheguem aos seus produtos, através das ferramentas de busca da plataforma. 

No entanto, mais do que nunca, a concorrência é imensa, e seu produto pode não aparecer entre as primeiras opções, dificultando que os clientes o encontrem. Além disso, os clientes acabam não prestando atenção à sua marca. Por fim, é necessário pagar uma taxa ao marketplace pelas vendas.

Dropshipping Brasil | Facebook

3. Dropshipping

O dropshipping também é uma das tendências de negócios online para 2022. Dropshipping é uma forma de vender produtos na Internet que permite que o vendedor não precise manter mercadorias no estoque, nem enviar as encomendas. Quando o cliente faz um pedido, o vendedor repassa para o seu fornecedor, que por sua vez envia a mercadoria

Se um empreendedor vende camisas online, por exemplo, ele pode exibir os modelos disponíveis em um site, e quando um cliente fizer uma compra, o empreendedor faz o pedido para a empresa que produz a camisa e manda entregar na casa do cliente. Esse é um excelente formato para quem não tem muito dinheiro para investir na abertura de um negócio.

Uma das grandes oportunidades é a importação de produtos. São mercadorias que os clientes podem não achar facilmente para comprar, encontrando-as no site da sua empresa. Os produtos chineses, em especial, têm dominado os mercados internacionais, inclusive o brasileiro. Mas é preciso estar atento às regras de importação.

Hands using mobile payments

4. Marketing digital e criação de conteúdo

Como falamos acima, a criação de conteúdo é uma técnica de marketing digital que auxilia os e-commerces, mas não só eles. Negócios de qualquer setor que estão na Internet através de sites, blogs ou mídias sociais podem atrair novos clientes, fortalecer seus laços com os clientes atuais e agregar valor à sua marca gerando conteúdo online.

Se uma empresa é do setor de autopeças, por exemplo, ela pode contratar um redator para escrever artigos sobre manutenção de veículos e disponibilizá-los em um blog. Quando as pessoas pesquisarem sobre esse assunto, ela vão chegar ao blog e conhecer a empresa.

Essa tendência mostra que existem outras formas de empreender na Internet além do comércio de produtos, que é o que muitas pessoas conhecem. Redatores e designs gráficos, por exemplo, podem abrir empresas para oferecer esse tipo de serviço na Web.

As demais atividades de marketing digital também estão em contínua expansão. Entre elas, está a gestão de mídias sociais, que consiste no planejamento e programação das postagens, acompanhamento dos comentários, levantamento de resultados, etc. Outro exemplo é a gestão de tráfego, que é a criação de estratégias para atrair usuários para um site ou mídia social.

INFOPRODUTOS – PENSANDO FORA DA CAIXA

5. Infoprodutos

Também relacionado à criação de conteúdo, mas abordando possibilidades mais amplas, o mercado de infoprodutos está ligado à criação e comercialização de produtos digitais. Existem uma diversidade de possibilidades, como por exemplo:

  • E-books: livros digitais.
  • Audiobooks: livros gravados em formato de áudio.
  • Cursos online: cursos sobre os mais variados temas e com diferentes durações em horas de aula.
  • Webnários: seminários online gravados e disponibilizados posteriormente para interessados.
  • Podcasts: programas em áudio sobre os mais diversos assuntos, com edições periódicas.
  • Aplicativos: não se trata da atividade de programação, típica da área de informática, mas do conteúdo disponibilizado por meio de aplicativos, com aulas guiadas de meditação, por exemplo.

A maioria dos infoprodutos está relacionado à informação. Eles saem bem mais baratos que a produção dos mesmos tipos de produto ou a aplicação dos mesmos tipos serviços de forma física, porque são feitos uma única vez e replicados indefinidamente sem custos adicionais. Também não há gastos com fretes ou estoque.

Uma das possibilidades é trabalhar como afiliado, que é quando você não produz, apenas vende infoprodutos de terceiros.

Coloque seu plano em prática!

A Brasct Contabilidade é parceira dos novos empreendedores, auxiliando desde o começo do processo de abertura da empresa. Conte com um escritório de contabilidade em São Paulo para formalizar seu negócio e torná-lo cada vez mais próspero. Aproveite as novas tendências de negócio online e abra sua empresa em 2022 com o suporte da Brasct.

Abertura de Empresa: Como Funciona

O processo de abertura de empresas está cada vez mais facilitado, especialmente com a ajuda de um escritório de contabilidade. Em alguns municípios, a abertura já pode ser feita totalmente online e de forma bastante rápida. É o caso de São Paulo, por exemplo, onde um empreendedor pode registrar seu negócio sem sair de casa e em até dois dias.

Entretanto, existe uma ordem certa de passos a serem seguidos e várias exigências por parte dos órgãos municipais e estaduais responsáveis. Por isso, é comum os novos empreendedores ficarem um pouco perdidos ou confusos. Se esse é o seu caso, não se preocupe, vamos abordar cada um dos passos, e falar um pouco mais sobre o trabalho realizado pela Brasct:

Escolha do CNAE

A primeira decisão a ser tomada no processo de abertura de uma empresa é a definição do CNAE (Código Nacional de Atividades Econômicas). O CNAE representa a atividade que a empresa desempenha. A empresa precisa ter pelo menos um CNAE, mas pode ter outros CNAEs secundários, no caso de exercer mais de uma função.

Após a definição da atividade, deve ser feita a verificação da viabilidade do endereço junto à Junta Comercial. Será necessário entrar com um pedido para validar se a atividade da empresa pode ser exercida no endereço determinado pelo empreendedor.

Definição do Porte

A definição do Porte da empresa depende da faixa de faturamento, além do número de sócios e quantidade funcionários.

Alguns empreendedores podem optar por ser MEI (Microempreendedor Individual). Porém, existe uma lista de atividades permitidas, o limite do faturamento anual atual é 81 mil reais, e só é possível ter um funcionário.

Além do MEI, existe Microempresa (ME), Empresa de Pequeno Porte (EPP), Empresa de Médio Porte e Grande Empresa.

Determinação da Natureza Jurídica

Outra decisão que precisa ser tomada é a respeito da Natureza Jurídica da empresa, que é a sua configuração em relação a sócios e Capital Social. 

As opções mais comuns são Sociedade Empresaria Limitada (LTDA) e Sociedade Limitada Unipessoal (SLU).

Escolha do Regime Tributário

O Regime de tributação estabelece a modalidade de cobrança dos impostos, e existem três opções: Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real.

A grande maioria das empresas começa optando pelo Simples Nacional, mas isso não é uma regra. Para algumas delas, pode ser mais vantajoso o Lucro Presumido ou o Lucro Real.

Contrato Social e registro na Junta Comercial

Antes mesmo de abrir o CNPJ, será necessário elaborar o Contrato Social, que é o instrumento de constituição da empresa. Nesse documento, os empreendedores devem decidir o nome da empresa, o Capital Social e o percentual de participação de cada sócio.

Com o Contrato Social e os documentos dos sócios em mãos, é preciso registrar a empresa na Junta Comercial. É a partir daí que o negócio recebe um CNPJ, e a empresa finalmente passa a existir.

Inscrição Municipal

Depois do registro na Junta Comercial, será necessário fazer o cadastro na Prefeitura. Na maior parte dos municípios do Brasil o preenchimento pode ser feito pela internet e gratuitamente.

A maioria das prefeituras solicita Contrato Social, cartão CNPJ, além de RG, CPF e comprovante de endereço dos sócios. Para algumas atividades podem ser necessários ainda o alvará da vigilância sanitária, o laudo de vistoria dos bombeiros e outras autorizações.

Alvará de Funcionamento

O Alvará de Funcionamento deve ser solicitado junto à Prefeitura ou outro órgão governamental, podendo variar de acordo com o município. No caso de São Paulo, existe um serviço online. Clique aqui.

Além disso, dependendo da atividade da empresa poderão ser necessárias outras licenças, como Licença Ambiental, Licença Sanitária, Produtos Químicos Controlados, entre outras. 

Inscrição Estadual

Esse passo é exclusivo para empresas do setor do comércio. Para empresas desse tipo, o empreendedor deve fazer a inscrição na Secretaria da Fazenda do Estado.

Vale a pena abrir empresa por conta própria?

Algumas vezes, com o intuito de economizar dinheiro, o empreendedor tenta fazer todo o processo de abertura da empresa sozinho. No entanto, se não for feita da maneira correta, essa decisão pode trazer prejuízos. 

Primeiramente, o empreendedor pode perder muito tempo aprendendo sobre cada um dos passos e tentando fazê-los por conta própria. 

Esse tempo que o empreendedor gasta é valioso, e traz muito mais resultados se for dedicado ao desenvolvimento do negócio, captação de clientes e tomada de decisões estratégicas.

Os passos de abertura da empresa podem ser delegados a um escritório de contabilidade que possua profissionais experientes e capacitados para essa tarefa. Uma vez que já conhece cada uma das particularidades do processo, o profissional de contabilidade pode fazê-lo de forma mais rápida e assertiva.

Além disso, ao fazer a abertura da empresa por conta própria, o empreendedor pode deixar de cumprir alguma exigência. A consequência de um erro nesse momento pode resultar em multas sérias futuramente. 

Vantagens de contar com a Brasct para fazer a abertura da sua empresa

A Brasct é um escritório de contabilidade em São Paulo que possui 48 anos de experiência. Somos especializados no processo de abertura de empresas e nos responsabilizamos por todos os detalhes. 

A partir de uma conversa com os sócios, auxiliamos na definição do CNAE e na escolha do regime tributário mais vantajoso para o negócio. Solicitamos os documentos, montamos o Contrato Social, damos entrada em todos os órgãos, incluindo Junta Comercial, Secretaria da Fazenda, emitimos as guias das taxas que precisam ser pagas. 

Em resumo, fazemos tudo que precisa ser feito para colocar a empresa pronta para trabalhar! O cliente não precisa nem mesmo sair de casa. 

Além disso, para os negócios de prestação de serviços, que necessitam de Alvará e Inscrição Municipal, fazemos inclusive o cadastro de usuário e senha no site da Prefeitura para emissão de nota fiscal. Para os casos em que houver necessidade de obter um Certificado Digital, também nos responsabilizamos por isso.

Desconto especial da Brasct para novos clientes

CUMPOM DE DESCONTO: #BRASCT

A Brasct oferece um Ticket de Abertura para os novos clientes. Com ele, o cliente só paga a primeira mensalidade depois de 30 dias. 

Essa é uma oferta muito interessante pois, independente do dia do mês em que foi feita a abertura, seja no dia 1º ou no dia 31, será necessário entregar todas as obrigações referentes ao mês, e a Brasct se responsabiliza por tudo!

Além disso, com o cupom da Brasct #BRASCT, o cliente ainda recebe 3 meses gratuitos do Bling, um Sistema de Gestão Empresarial Integrado (ERP) para e-commerce.


Abertura de Empresa: Como Funciona





É possível abrir uma empresa sem largar o emprego?


É possível abrir uma empresa sem largar o emprego?





Quanto custa fechar uma empresa?


Quanto custa fechar uma empresa?



4 riscos de abrir uma empresa e como minimizá-los

A maioria das pessoas vivencia dois sentimentos distintos ao abrir empresa: a empolgação e
excitação, aquele famoso “frio na barriga” de começar algo novo; e, ao mesmo tempo, a
insegurança e o receio de errar ou de não realizar todos os processos e requisitos necessários
corretamente, sejam eles financeiros, legais ou estratégicos.


É verdade que existem muitas questões que podem trazer insegurança e preocupação para os
novos e futuros empreendedores; mas, para minimizar os riscos, a melhor opção é conhecê-
los, aprender estratégias e, principalmente, escolher profissionais competentes que possam
ajudá-lo durante o caminho.


Existem empresas especializadas na abertura de negócios. É o caso, por exemplo, de bons
escritórios de contabilidade, que auxiliam nos processos tributáveis e financeiros e fornecem
apoio jurídico. O aconselhamento profissional pode evitar tributação excessiva e
desnecessária, além de multas e notificações.
Neste artigo vamos articular acerca dos 4 principais riscos de abrir uma empresa e como
reduzí-los.


Análise de mercado: produtos, público-alvo e concorrentes


Antes de mais nada, é preciso ter uma visão clara do negócio, definindo muito bem quais são
os produtos e/ou serviços ofertados e suas características. Dado isso, é recomendado delimitar
bem o perfil do consumidor, também chamado de público-alvo.


Outro fator importante é saber quem são as pessoas e profissionais importantes para o bom
funcionamento da empresa; ou seja, quem são os principais fornecedores, prestadores de
serviços, parceiros, etc.


É fundamental conhecer os concorrentes, entender como eles se posicionam no mercado,
quais são os preços praticados e qual é o diferencial da empresa. Além de pesquisar os valores
praticados por outras empresas do mesmo segmento, é importante conhecer os preços e
produtos dos fornecedores relacionados ao negócio.


Essa é a trajetória inicial para reconhecer as oportunidades e ameaças do empreendimento.
Ao conhecer o mercado fica muito mais fácil prever quais são os riscos relacionados àquele
negócio específico (dificuldade de aceitação do produto, matéria-prima cara ou de difícil
acesso, muitos concorrentes, etc) e como é possível minimizá-los.


Sócios ou investidores: aspectos a considerar


Ao começar um negócio, o empreendedor precisa estar disposto a lidar com muitas pessoas,
desde fornecedores e funcionários a sócios e investidores. É preciso avaliar muito bem o perfil
dessas pessoas e escolher com cautela quem você quer ao seu lado nessa trajetória.


Escolher muito bem os sócios minimiza os riscos de ocorrerem conflitos internos na empresa e
desavenças na tomada de decisões. Portanto, é fundamental que os objetivos de cada um e da
empresa estejam claros, seja a curto, médio ou longo prazo.


Além disso, é natural que busquemos alguém próximo para a sociedade, como um amigo ou
familiar, mas é interessante que o sócio agregue à empresa possibilidades complementares à
sua, ou seja, que ofereça algum diferencial em relação ao que você já pode oferecer.

Ademais, para aumentar as chances de sucesso, é fundamental cercar-se de pessoas da sua
confiança. É uma boa ideia contar desde o início com o auxílio de parceiros que facilitam o
trabalho, como assessorias, empresas de marketing e um bom escritório de contabilidade.


Planejamento financeiro: gastos que os empreendedores inexperientes esquecem de
calcular

Muitos empreendedores não fazem o planejamento financeiro adequado ao começar um
negócio, pois não consideram todos os custos que envolvem a abertura de uma empresa. Por
exemplo, a maioria calcula os custos básicos de implementação, como o investimento inicial
em matéria-prima, mão de obra necessária ou o aluguel do espaço, mas esquecem de várias
outras despesas relacionadas.


Existem custos que, apensar de não parecerem significativos, impactam muito os primeiros
meses da empresa; é o caso, por exemplo, das inscrições, licenças e alvarás. Além do registro
no CNPJ, Inscrição Estadual e Alvará de funcionamento, alguns segmentos precisam de licença
ambiental, licença sanitária, registro de produtos químicos controlados, entre outros.


O escritório de contabilidade contratado deve fornecer a indicação de todas as licenças,
inscrições e documentos necessários, além de informá-lo acerca das taxas e prazos para
pagamento.


Outros gastos que costumam ser desconsiderados pelos novos empreendedores são as
despesas com imprevistos. Por exemplo, se a empresa funcionar em uma loja física, o local
pode precisar de uma reforma. Já em um e-commerce, pode ser necessário pagar a mais pelo
sistema, criação de aplicativos ou melhorias no site.


Escolha do CNAE e do Regime de tributação: auxílio de um bom escritório de contabilidade


Logo no início da empresa, será necessário decidir o CNAE e o regime de tributação. Esses dois
aspectos, quando bem atribuídos ao negócio implicam em uma considerável economia de
dinheiro. A melhor escolha depende do faturamento, do lucro e das atividades exercidas.
Um bom escritório de contabilidade deve analisar os produtos e serviços oferecidos pela
empresa e apresentar o melhor regime, considerando a menor carga tributária e as legislações
vigentes.


Além de escolher entre os três regimes tributários, Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro
Real, é preciso considerar questões particulares aos segmentos. As empresas mecânicas e
autopeças, por exemplo, são isentas de alguns impostos devido à tributação monofásica. Já os
e-commerces, dependendo do Estado, podem usufruir de benefícios para empresas que
realizam vendas exclusivamente não presenciais.


Precisa de ajuda?


Quer abrir uma empresa e precisa de ajuda neste processo? A escolha de um escritório de
contabilidade sério e de confiança, lhe dará tranquilidade para se dedicar ao empreendimento.
A BRASCT é referência em contabilidade para pequenas empresas, oferecendo uma gama de
serviços contábeis, tributários e de recursos humanos, com um trabalho sério e cuidadoso. Se
deseja tirar seus planos do papel ou migrar para um escritório que te atenda de forma eficaz e
personalizada, estamos à sua disposição.


Contabilidade para autopeças e mecânica em São Paulo


Contabilidade para autopeças e mecânica em São Paulo





Como pagar menos impostos?


Como pagar menos impostos?





Como calcular os impostos de uma pequena empresa?


Como calcular os impostos de uma pequena empresa?



7 dicas para as mulheres que desejam abrir o seu próprio negócio

Você sabe o que precisa para abrir seu negócio e ser uma empreendedora de sucesso? Se a resposta for não, veja neste post 7 dicas para mulheres empreendedoras abrirem seu próprio negócio e se destacar no mundo empresarial. Veja abaixo essas dicas essenciais para empreendedores:

Conheça bem o ramo de negócio

A primeira dica é ter um bom conhecimento da área em que deseja abrir seu negócio. São raras as pessoas que empreendem sem ter um conhecimento profundo da área e conseguem obter sucesso em seu negócio.

Se você está disposta a investir, mas ainda não tem ideia de um negócio que seja lucrativo, aposte em franquias. Esse ramo é ideal para quem deseja empreender com mais assertividade e sem tantos riscos.

Ignore comentários

Muita gente vai falar para você abrir uma loja de roupas, perfumes, confeitaria, etc. Mas ignore esse machismo presente na sociedade. Se você tem experiência e conhecimento profundo em uma área diferente dessas citadas, utilize esse conhecimento a seu favor e abra um negócio fazendo aquilo que sabe de melhor.

Tenha um plano de negócio

Um erro de empreendedores de primeira viagem é iniciar a empresa sem ter um plano de negócios concreto. Claro, o mundo do empreendedorismo exige uma porcentagem de risco. Mas esse risco pode ser controlado e planejado por meio do plano de negócio.

No plano de negócio você terá uma pesquisa de mercado, vai conhecer seus concorrentes, ponto de equilíbrio, meta de vendas, fornecedores, perfil de clientes, entre outros itens para fazer um negócio de sucesso.

Se você não sabe ou não tem ideia de como é feito um plano de negócios, conheça nossa consultoria para empresas e saiba como nós podemos ajudá-lo!

Aposte em marketing digital

Nenhum negócio sobrevive por muito tempo sem uma boa estratégia de marketing. Por isso, utilize as ferramentas de marketing digital a seu favor. Crie um site bacana, divulgue seu negócio nas redes sociais e busque interação com sua audiência. Por um custo bem mais atrativo do que a mídia tradicional, você consegue fortalecer a sua marca e aumentar a visibilidade da sua empresa.

Aproveite também para fortalecer o seu nome como empreendedora. Mostre para sua audiência o seu exemplo como mulher empreendedora e ganhe cada vez mais admiração das pessoas e dos seus clientes.

Conte com a ajuda da tecnologia para gerenciar seu negócio

Independente da área em que deseja empreender, a utilização da tecnologia será fundamental. Um exemplo são os softwares de gestão empresarial (ERP). Eles integram os diversos setores da empresa e centralizam as informações para uma melhor gestão dos processos.

Outra vantagem dos softwares de gestão é poder gerenciar sua empresa de qualquer lugar, pois as informações podem ser acessadas de qualquer dispositivo conectado a internet. Por isso, não deixe de investir em ferramentas tecnológicas que facilitem o trabalho na empresa.

Teste o produto ou serviço antes de iniciar a empresa

Antes de iniciar as operações do seu negócio, é bem importante ter um feedback sobre o seu produto ou serviço. Isso inclui saber a qualidade, se existe demanda, se o produto é bem aceito, se o preço é justo, se existe uma boa margem de lucro, entre outros quesitos.

Isso evita que você abra um negócio e se frustre com a falta de clientes, por exemplo.

Formalize sua empresa e tenha segurança jurídica

Por fim, faça a formalização do seu negócio e tenha segurança jurídica para operar sua empresa. Isso evita problemas com órgãos de fiscalização como Receita Federal, Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária, etc.

Além disso, você terá CNPJ, alvarás de funcionamento, poderá emitir notas fiscais, ter acesso aos benefícios previdenciários, pode contar com empréstimos e crédito de instituições financeiras, entre diversas outras vantagens ao formalizar seu negócio.

Gostou dessas dicas? Entre em contato conosco e tenha a melhor consultoria em contabilidade para o seu futuro negócio crescer e alcançar o sucesso.

 

WhatsApp contabilidade em são paulo